VÍDEO: 200 quilos de pasta base de cocaína são apreendidas em mesa de sinuca na MS-040

Entre os municípios de Campo Grande e Santa Rita do Pardo

Diego Alves Publicado em 03/03/2022, às 20h45

Reprodução

Veículo carregado com mais de 200 quilos de pasta base de cocaína foi apreendido pelo DOF (Departamento de Operações de Fronteira) nesta quinta-feira (03) na  MS-040, entre Campo Grande e Santa Rita do Pardo.

Policiais DOF apreenderam a droga na manhã desta quinta, em um veículo Fiat Strada que transportava uma mesa de sinuca com fundo falso. Os policiais contabilizaram 200 volumes prensados de pasta base de cocaína, com peso total de 210 quilos. A ação ocorreu durante um bloqueio policial para fiscalização na rodovia MS-040, entre os municípios de Campo Grande e Santa Rita do Pardo.

Os militares deram ordem de parada, inicialmente, ao condutor do veículo VW Crossfox, de cor branca, que seguia para Santa Rita do Pardo. O homem, de 30 anos de idade, contou aos policiais que iria até a cidade pegar umas sacolas de roupas para revender, em Campo Grande. Estava agitado e com respostas desconexas, pois não sabia onde pegaria as sacolas.

Logo em seguida aproximou-se, em alta velocidade, o condutor do veículo Fiat Strada que, ao ser questionado sobre seu destino, informou que também iria até Santa Rita do Pardo, onde trocaria uma mesa de sinuca em um bar da cidade. Questionado sobre qual seria o bar o homem, de 46 anos de idade, não soube responder. Ao realizar uma vistoria no veículo, os policiais descobriram um fundo falso na mesa de sinuca, onde estavam os 210 quilos do entorpecente.

O condutor da Fiat Strada disse que recebia, do condutor do VW Crossfox, informações sobre o policiamento na rodovia e que, em Santa Rita do Pardo, receberia novas instruções sobre o local de destino da droga. Ambos disseram que foram contratados para o transporte do entorpecente. O prejuízo ao crime foi estimado em 10,5 milhões de reais.

A ocorrência foi registrada e entregue na Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira (Defron), em Dourados, os dois homens permaneceram à disposição da Polícia Judiciária.

O DOF mantém um canal aberto direto com o cidadão para tirar dúvidas, receber reclamações e denúncias anônimas, através do telefone 0800 647-6300. Não precisa se identificar e, a ligação, será mantida em absoluto sigilo. O serviço funciona 24 horas por dia, sete dias por semana.