Três toneladas de carne de porco impróprias para consumo são apreendidas em frigorífico interditado

A apreensão foi feita durante ação conjunta

Diego Alves Publicado em 12/11/2021, às 19h58

Divulgação

Um frigorífico de Campo Grande que já estava interditado, foi autuado por armazenar e maniplar três toneladas de carcaças de suínos impróprias para consumo humano, nesta sexta-feira (12).

A apreensão foi feita durante ação conjunta com o serviço de inspeção municipal de Campo Grande - SIM/CG, Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal de MS), Decon (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Contra as Relações de Consumo) e VISA/MS Vigilância Sanitária Estadual.

O nome do frigorífico em questão não foi divulgado. Ainda de acordo com as autoridades, a fiscalização teve o objetivo de verificar o cumprimento de interdição do frigorífico registrado no Serviço de Inspeção Municipal de Campo Grande.

No momento da fiscalização, foi flagrado o armazenamento e manipulação das três toneladas de carcaças de suínos que foram apreendidas e encaminhadas para destruição, por serem considerados impróprios para consumo humano pelos inspetores do SIM/CG.

O estabelecimento descumpriu a medida de Interdição vigente e estava armazenando e manipulando os produtos sem a implantação das boas práticas, como os registros operacionais padronizados, controles de temperatura das câmaras frias de armazenamento e registros de distribuição e rastreabilidade em conformidade com a legislação sanitária vigente.
O frigorífico foi autuado novamente e está sujeito a interdição e suspensão de fabricação e multa nos valores de R$100 a R$ 15 mil.