Sem ponte há 3 meses, moradores temem ficarem ilhados com acesso improvisado em MS

Ponte sobre o Rio Progresso foi destruída em incêndio florestal e previsão de chuvas preocupa

Mariane Chianezi Publicado em 15/11/2021, às 15h50

Divulgação/Fala Povo, Midiamax

A ponte sobre o Rio Progresso, próxima a Colônia Ingazeira, que dá acesso à BR-267 em Porto Murtinho, foi destruída em incêndio em agosto e, para improvisar passagem, os moradores criaram um desvio. No entanto, com a previsão de chuva para os próximos dias em MS, os moradores da zona rural temem ficarem ilhados novamente.

[Colocar ALT]
Divulgação/Fala Povo, Midiamax

Conforme explicou morador, a chuva de domingo (14) causou alagamentos e o nível do rio está subindo. O temor dos moradores é que, caso chova mais, as águas poderão levar o trecho improvisado do desvio. 

Na região há cerca de 18 fazendas e 50 famílias. O trecho improvisado serve, além da passagem de fazendeiros, também de transporte escolar. "As famílias vão ficar sem acesso", disse à reportagem.

O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) indica chuva em Porto Murtinho até a sexta-feira (19). Pancadas de chuvas e trovoadas são esperadas na região. 

Um ofício pedindo por solução ao problema teria sido encaminhado à Prefeitura Municipal de Porto Murtinho, mas moradores ainda não tiveram resposta. A reportagem entrou em contato com a Seinfra (Secretaria Estadual de Infraestrutura) e Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) para apurar o planejamento da obra da nova ponte e aguarda reposta. O espaço segue em aberto para posicionamento.