Porto Murtinho: Projeto de Lei que beneficia laçadores com despesas de viajem gera revolta 

abr 27, 2022 | Porto Murtinho

O vereador de Porto Murtinho, Jari Acosta tenta dar entrada em projeto de lei que beneficie “laçadores” com ajuda de custo  em  viagens para competições. O valor indicado pelo parlamentar seria em torno de um salário mínimo mensal.
O projeto foi apresentado na seção desta terça-feira 26/04 na Câmara Municipal de Porto Murtinho.  Ao tentar fazer a indicação, o vereador foi interrompido pela presidência do poder legislativo que aproveitou o momentos para orientar o desapercebido.
“Vereador, o senhor não pode fazer indicações que trouxesse gastos ao município, esse tipo de projeto tem que vir do executivo”, finalizou outro parlamentar.
Um morador chegou a fazer o seguinte comentário:  “O vereador que é amante do (laço cumprido)  queria aprovar um projeto que o beneficiasse  em seus momentos de diversão”.
O projeto que já nasceu morto virou chacota na cidade fronteiriça.
Deu mau
Projeto de lei irrita laçadores no município de P. Murtinho.
Após a indicação se tornar pública na cidade, vários laçadores procuram a reportagem para dizer que a classe não tem nada com isso.
“Nós (lançadores) não precisamos desse dinheiro, amamos esse esporte e temos condições de arcar com as despesas, disse Thiago, um jovem empresário que é amante do laço cumprido”.
“O empresário também falou que, a indicação é exclusivamente do vereador que apresentou a absurda indicação”.