Polícia autua infrator em R$ 5 mil por criar ave ilegalmente encontrada em ocorrência de tráfico de drogas

A ave e a gaiola foram apreendidas

Diego Alves Publicado em 29/11/2021, às 23h54

Divulgação, PMA

A PMA (Polícia Militar Ambiental) autuou um infrator em R$ 5 mil por criar ave ilegalmente encontrada pela Polícia Civil em ocorrência de tráfico de drogas em Batayporã, cidade a 310 quilômetros de Campo Grande. 

Durante atendimento de tráfico de drogas, em uma residência hoje (29), a Polícia Civil de Nova Andradina acionou policiais ambientais de Batayporã, ao encontrar uma ave silvestre que era mantida em cativeiro ilegalmente pelo suspeito. 

Os policiais ambientais foram à cidade de Nova Andradina e verificaram que o homem, de 23 anos, mantinha ilegalmente em gaiola uma ave espécie papagaio-verdadeiro (Amazona aestiva) sem autorização ambiental. A ave e a gaiola foram apreendidas. 

O infrator foi autuado administrativamente pela PMA e foi multado em R$ 5 mil. Ele responderá por crime ambiental. Se condenado, poderá pegar pena de seis meses a um ano de detenção. A ave será encaminhada ao Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS), na Capital.