PMA de Bela Vista autua capataz em R$ 4 mil por exploração de madeira e apreende 200 estacas para cerca

Policiais Militares Ambientais de Bela Vista realizaram fiscalização ontem (17) à tarde em uma propriedade rural no município de Caracol, a 60 km da cidade de Bela Vista, e autuaram o capataz por crime ambiental de extração de madeira da área florestal protegida de reserva legal da propriedade.

No local foram encontradas várias árvores derrubadas da espécie aroeira, que tem alto valor econômico para exploração da madeira sem autorização. A madeira explorada estava sendo transformada em estacas para cercas. Foram apreendidas 200 estacas. Caso a PMA não chegasse mais árvores seriam exploradas. Segundo o capataz, a exploração ilegal aconteceu por sua decisão sem comunicar ao proprietário.

As atividades foram paralisadas. O infrator (45), residente em Caracol, responderá por crime ambiental de exploração ilegal de madeira em área protegida, cuja pena é de seis meses a um ano de detenção. Ele também foi multado administrativamente em R$ 4.000,00 pela infração ambiental.