Noiva termina com Carlos Bolsonaro dois dias antes de casamento, diz colunista

A cerimônia que uniria o vereador e Geórgia Paiva Azambuja ocorreria neste sábado (26), segundo o jornal Gaúcha ZHRedação Midiamax| 25/03/2022– 17:43

(Foto: Reprodução/Instagram)

Juntos desde 2018, o filho do presidente Jair Bolsonaro (PL) e vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) e Geórgia Paiva Azambuja se casariam em uma cerimônia religiosa neste sábado (26). A jovem de 26 anos, no entanto, decidiu dar fim à relação. A informação é da colunista do jornal Gaúcha ZH Rosane Oliveira.

Geórgia teria refletido, segundo a jornalista, sobre o futuro ao lado do parlamentar que vive cercado de polêmicas. Desde o início do namoro, a relação dos dois sempre foi discreta, a fim de preservar a estudante de administração dos holofotes.

A ex-noiva do filho do presidente teria tomado a decisão após ouvir um sermão de um clérigo sobre casamentos. Com isso, ela teria percebido que não estava preparada para assumir o compromisso com ele.

Ainda segundo a colunista, o relacionamento não andava bem, pois ambos já teriam rompido uma vez, em dezembro de 2021. A jovem chegou até a anunciar o fim da relação à família durante uma festa de casamento. Alguns dias depois, no entanto, reataram o namoro.

Para superar o fim do noivado, segundo a colunista, Geórgia estaria se preparando para uma viagem às Ilhas Maldivas com amigas.

Ela é de uma tradicional família de políticos do extremo sul brasileiro. O avô Carlos Azambuja foi prefeito nomeado de Bagé durante o regime militar entre 1979 e 1985. Depois, foi deputado federal — e o único da bancada gaúcha a votar contra o impeachment do ex-presidente Fernando Collor, em 1992.

A família é apoiadora do presidente Jair Bolsonaro, e a própria Geórgia se mostrava ser uma militante bolsonarista nas redes.