Na estreia de Mano Menezes, o Internacional vence o Fluminense no Maracanã

Internacional surpreendeu no começo de jogo com uma marcação para evitar que o Fluminense saísse tocando a bola

Agência Estado| 23/04/2022- 22:36

Mano Menezes comemorando sua estreia - (Foto: Ricardo Duarte/Internacional)

Um dos mitos do futebol é de que time que estreia técnico sempre vence. Mais uma vez valeu esta máxima e o Internacional, na primeira aparição do técnico Mano Menezes, venceu o Fluminense, por 1 a 0, neste sábado à noite, no Maracanã, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. O time gaúcho jogou de forma compacta e eficiente diante de um adversário visivelmente cansado e que, outra vez, deixou o campo vaiado por sua torcida. O time carioca segue com quatro pontos, enquanto o gaúcho, soma seis pontos.

O Internacional surpreendeu no começo de jogo com uma marcação para evitar que o Fluminense saísse tocando a bola desde seu campo defensivo e para forçar o erro. O estreante Mano Menezes conseguiu deixar o Colorado compacto, mesmo tendo treinado apenas dois dias.

No Fluminense, o técnico Abel Braga manteve o esquema 3-5-2, optando pela dupla ofensiva com Cano e Willian. Aos poucos o time passou a tocar a bola, explorar mais as laterais de campo, conseguindo ter mais posse de bola. Mas nenhum time teve alguma chance real para marcar o gol. A torcida tricolor, mal acostumado, ensaiou as vaias para o atual campeão carioca.

O segundo tempo começou em velocidade e o time gaúcho abriu o placar aos oito minutos. Após troca de passes, a bola caiu ficou com De Pena, pelo lado esquerdo. Ele cruzou em curva e na pequena área Alemão, que tinha entrado no intervalo no lugar de Wesley Moraes, esticou a perna e desviou para as redes.

Poucos minutos depois, Abel Braga abandonou o esquema com três zagueiros, tirando o zagueiro David Braz para a entrada do atacante Luiz Henrique. Além disso, trocou Willian por Arias. Mas o time carioca perdeu força na marcação e ficou sujeito aos contra-ataques. A melhor chance gaúcha saiu aos 29 minutos, quando Fábio saltou para espalmar chute no alto feito por De Pena.

Aos 32 minutos, Abel Braga tentou o tudo ou nada, colocando Fred no lugar do volante Martinelli. Mas, nesta altura, o Fluminense já estava desorganizado em campo, sem condições de construir nada, muito menos buscar o empate. Aos 42 minutos, a torcida perdeu a paciência e entoou o grito de time sem vergonha. Depois, até o fim do jogo, o alvo principal foi Abel Braga, muito xingado.

Pela quarta rodada, os times voltam a campo no dia 1º de Maio (domingo). O Fluminense vai até o Paraná enfrentar o Coritiba, às 16h, enquanto o Internacional vai receber o Avaí, às 19h. Mas no meio de semana, o Fluminense volta a jogar pela Copa Sul-Americana diante do Union Santa Fé, da Argentina, às 21h30, no Maracanã, pela terceira rodada do Grupo H. O Fluminense vai atuar fora, na quarta-feira, diante do Independiente de Medellin-COL, às 21h30.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 0 X 1 INTERNACIONAL

FLUMINENSE - Fábio; Nino, David Braz (Luiz Henrique), Manoel (Luccas Claro); Calegari, André, Martinelli (Fred), Ganso (Matheus Martins) e Marlon; Cano e Willian (Arias). Técnico: Abel Braga.

INTERNACIONAL - Daniel; Bustos, Rodrigo Moledo, Gabriel Mercado e Renê; Gabriel, Edenilson (Rodrigo Dourado), Maurício (Boschilia) e Carlos de Pena; Wanderson (David) e Wesley Moraes (Alemão). Técnico: Mano Menezes.

GOL - Alemão, aos 8 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Bráulio da Silva Machado (SC)

CARTÕES AMARELOS - David Braz, Calegari, Arias, Luccas Claro e Abel Braga (Fluminense). David, Rodrigo Dourado e Daniel (Internacional).

RENDA - R$ 472.727,50.

PÚBLICO - 16.176 presentes.

LOCAL - Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).