Bodoquena está entre as cidades que mais desmataram Mata Atlântica no Brasil

Bonito, que encabeçou a lista de 2019/2020 reduziu a área derrubada, revela estudo
| 18/07/2022
- 08:09
Bodoquena está entre as cidades que mais desmataram Mata Atlântica no Brasil
Mata Atlântica em Bodoquena (Foto: Divulgação)
A cidade de Bodoquena, a 265 quilômetros de Campo Grande, está entre as 10 cidades que mais desmataram o bioma da Mata Atlântica no , segundo estudo da SOS Mata Atlântica feito entre 2020 e 2021, mas divulgado só agora. Conforme o levantamento, 602 dos 3.429 municípios que compõem o bioma Mata Atlântica, ou seja 17% do total, degradaram suas vegetações. Porém, 10 cidades concentraram 27% das derrubadas no período, todas situadas em quatro estados: Minas Gerais, Bahia, Paraná e Mato Grosso do Sul. E a cidade de MS que está entre as 10, em 7º lugar, é Bodoquena, com 376 hectares desmatados. Completam o ranking São João do Paraíso (MG, 700 ha desmatados), Nova Laranjeiras (PR, 679 ha), Setubinha (MG, 506 ha), Cotegipe (BA, 445 ha), Wanderley (BA, 431 ha), Rio Vermelho (MG, 396 ha), Capitão Enéas (MG, 347 ha) e Jequitinhonha (MG, 324). Conforme a SOS Mata Atlântica, o volume chama atenção. Isso porque se no período anterior, 10 municípios somavam 2.483 hectares desmatados, agora esse número chega a 5.895 – mais que o dobro.

Mata Atlântica de Bonito

, a 297 quilômetros de Campo Grande, que encabeçou a lista de 2019/2020, reduziu a área derrubada de 416 para 193 hectares, porém a situação ainda é alarmante, principalmente por se tratar de uma cidade de ecoturismo. Bonito também ainda figura entra as 50 cidades do Brasil que mais desmata Mata Atlântica. O relatório completo do Atlas da Mata Atlântica 2020-2021 pode ser acessado em www.sosma.org.br.