Após dois dias desaparecido, comerciante ressurge, admite dívida e relata ameaça

A família chegou a confirmar que o comerciante deve aproximadamente R$ 150 mil a agiotas

Diego Alves Publicado em 14/01/2022, às 20h14

Reprodução

 O empresário Adriano Villarino da Costa, de 34 anos, até então desparecido há dois dias, apareceu, gravou um vídeo no Instagram para tranquilizar a família e admitiu que possui uma dívida financeira. Adriano também relatou que vem sofrendo ameaças de morte nos últimos dias.

A família chegou a confirmar que o comerciante deve aproximadamente R$ 150 mil a agiotas e temia que o desaparecimento poderia estar relacionado com a dívida. 

No vídeo, em um texto que escreveu no caderno, Adriano fala que está bem, pede desculpas aos familiares, amigos e diz estar envergonhado com toda situação. O empresário alega temer algumas pessoas, admite que possui dívida e falou que vem sofrendo ameaças de morte.

Adriano ressalta que a dívida é dele e não dos amigos e nem da família. Também comenta que se apresentou na delegacia de polícia onde prestou depoimento e que o caso está sendo investigado. Por fim, ele fala que vai "virar essa página" e se reeguer do "fundo do poço".