Após assembleia, professores da UFMS decidem por greve

Diego Alves| 18/05/2022- 22:32

De acordo com a ADUFMS, a reivindicação faz parte de um movimento nacional (Foto: arquivo/Midiamax)

Professores da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) decidiram por greve após assembleia realizada nesta quarta-feira (18). De acordo com a categoria após assembleia geral ocorrida nesta quarta, a ADUFMS (Associação dos Docentes da UFMS)decidiu pela deflagração da greve em defesa da educação superior pública e de qualidade.

A data para início da paralisação será definida na próxima assembleia, no dia 24 de maio. A manifestação é por reajuste salarial de 19,99%.

De acordo com a ADUFMS, a reivindicação faz parte de um movimento nacional, coordenado pelo Fonasefe (Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais). No dia 28 de abril, houve uma paralisação com aulas públicas em todas as unidades da Universidade. As aulas tiveram como objetivo explicar à comunidade acadêmica os motivos das reivindicações.

Os servidores federais não têm seu salário corrigido desde 2017. No entanto, o índice de 19,99% exigido se refere às perdas salariais ocorridas apenas durante o governo de Jair Bolsonaro, ou seja, desde janeiro de 2019.