Adriane Galisteu pede desculpas após usar termo racista nas redes sociais

No entanto, o comentário de Adriane repercutiu negativamente entre os internautas

Agência Estado Publicado em 28/02/2022, às 22h07

Reprodução

Nesta segunda-feira, 28, a apresentadora Adriane Galisteu pediu desculpas nos stories do Instagram por ter usado um termo racista em um post da atriz Nanda Costa. Nanda é mãe de primeira viagem das gêmeas Kim e Tiê, de 4 meses, e pediu aos seguidores dicas sobre amamentação em uma publicação feita há duas semanas

No entanto, o comentário de Adriane repercutiu negativamente entre os internautas. Ela escreveu que a amamentação não foi fácil e quando se deu conta "tinha ama de leite em casa me ajudando a lidar".

Os usuários responderam e alertaram que o termo 'ama de leite' é racista, pois refere-se às escravas que alimentavam os filhos de mulheres brancas. "Espero que você tenha se equivocado. Sei lá? Vc quis dizer consultora de amamentação?", escreveu uma seguidora.

"Acho que vocês não tem noção de como isso mexe com nós pessoas negras, ler um comentário desse sangra meu coração e alma , parece que não evoluímos muito não", comentou outra.

Horas depois, Adriane se pronunciou nos stories e disse: "A quem eu magoei, me perdoem pela minha ignorância. E aproveitar para dizer que não adianta vestir um terno que não cabe em mim. Se tem um terno que não cabe em mim é o da racista e preconceituosa Essa não sou eu e esse terno eu não visto de jeito nenhum".