Warning: Parameter 2 to M_DataMapper::set_custom_wp_query_where() expected to be a reference, value given in /home/ancorane/public_html/wp-includes/class-wp-hook.php on line 286

Warning: Parameter 2 to M_DataMapper::set_custom_wp_query_groupby() expected to be a reference, value given in /home/ancorane/public_html/wp-includes/class-wp-hook.php on line 286

Warning: Parameter 2 to M_DataMapper::set_custom_wp_query_fields() expected to be a reference, value given in /home/ancorane/public_html/wp-includes/class-wp-hook.php on line 286

Warning: Parameter 2 to M_DataMapper::set_custom_wp_query() expected to be a reference, value given in /home/ancorane/public_html/wp-includes/class-wp-hook.php on line 286
Vídeo: seguranças são flagrados espancando rapaz e o acusam de furto – Ancora News

Vídeo: seguranças são flagrados espancando rapaz e o acusam de furto

atualizada em 10/09/2019 às 19h05
Redacao Porto Murtinho / MS
    Seguranças foram flagrados por jovens (Foto: Reprodução) = m jovem de 22 anos, que terá a identificação preservada, foi espancado por seguranças de uma empresa privada na madrugada do último domingo (8) na cidade de Porto Murtinho, a 454 quilômetros de Campo Grande. Um grupo que estava próximo ao local registrou a ação dos seguranças com um celular.   A vítima estava com a namorada, nas proximidades do cais do Porto, quando o casal foi surpreendido pelos seguranças. O rapaz foi derrubado e espancado, sendo que não teve possibilidade de reagir as agressões.   Nas imagens é possível ouvir gritos dizendo: “você vai morrer, você furtou a residência do meu sogro”. Em outro trecho da gravação é possível ouvir o guarda pedindo para o comparsa passar a “arma” que estaria com o chefe da segurança.   Em conversa com um dos garotos que fez o registro da agressões, de acordo com a Rádio Alto Paraguay, ele contou que após fazer o vídeo, teve que sair correndo porque os guardas saíram em sua direção para tomar o celular. Moradores de Porto Murtinho denunciam que os seguranças fazem ‘papel de polícia’ na cidade.  

Homicídio

  No mês de junho um dos guardas atirou e matou o trabalhador braçal Anastácio Mesa, 37 anos. O crime teria acontecido após uma discussão da esposa de Anastácio com a vizinha.   A mulher da vítima teria começado uma discussão com a vizinha depois que uma galinha teria entrado no quintal de sua casa. Um segurança da empresa teria feito um disparo que atingiu a parte de trás da cabeça de Anastácio saindo pelo olho. A vítima chegou a ser socorrida, mas não resistiu e morreu.   Horas depois do crime, o autor foi preso e a arma usada foi encontrada em uma caixa de esgoto. O segurança acusado foi liberado pela Justiça no final do mês de agosto para responder pelo homicídio em liberdade.  
Assista O vídeo
FONTE: Mídia Max