VÍDEO: Em motos e carros, manifestantes lotam Afonso Pena em apoio a Bolsonaro

Mais de 100 pessoas também se concentraram, à pé, em frente ao Obelisco

Centenas de carros e motos participaram neste domingo (15) em ato de apoio ao presidente Jair Bolsonaro em Campo Grande com apitos e buzinaço. A saída do evento pelas principais avenidas da cidade aconteceu às 16h30 e a maioria dos manifestantes estavam dentro dos veículos e em cima de motos.
Os motociclistas se concentraram em frente ao Yotedy e os carros na Cidade do Natal. Juntos, os grupos percorreram locais como Avenida Mato Grosso e a Avenida Afonso Pena. No Obelisco, um grupo de pouco mais de 100 pessoas estava concentrado à pé. A maioria, no entanto, sem máscaras, contrariando as recomendações do Ministério da Saúde em meio a pandemia do novo coronavírus, o Covid-19, pelo mundo.
Uma comerciante, que não quis se identificar, disse que sempre usa o álcool em gel, mas que estava sem máscara na manifestação por acreditar que o novo coronavírus é uma ‘jogada política da China’. “Não é a primeira vez que jogam um vírus assim. Lembra da gripe suína? A gente tem que vir para a rua, mostrar que as pessoas estão ao lado do presidente”, disse. Sandra Oliveira, de 76 anos, afirmou que quem manda no Brasil é o povo. “Não estou preocupada com o coronavírus, mas sigo os protocolos. Trouxe máscara e álcool gel e estou mantendo distância de cerca de um metro das pessoas. O nosso protesto é pelo resgate do país”, explicou. São mais de 159 mil diagnósticos, com cerca de 5 mil mortes. Em Mato Grosso do Sul, cinco casos são monitorados e dois foram confirmados neste sábado. Na Capital, a Prefeitura divulgou suspensão das aulas da Rede Municipal de Ensino e aglomerações com mais de 100 pessoas a partir da quarta-feira (18).
Mais notícias