Tempestades de poeira voltam a causar estragos em estados do Brasil e deixam quatro mortos

Vítimas são de São Paulo e faleceram na última sexta-feira (1)

Dândara Genelhú Publicado em 02/10/2021, às 17h52

Imagem mostra Campo Grande coberta por ventos com poeira. - Foto: Arquivo Midiamax.

Pela segunda vez em uma semana, tempestades de poeira foram registradas em São Paulo e Goiás. Os eventos naturais deixaram estragos nas cidades e pelo menos quatro vítimas fatais.

Em Santo Antônio do Aracanguá (SP), três foram mortos após ventania com fogo. Dois funcionários de uma usina da cidade e um fazendeiro foram surpreendidos com ventos intensos que aumentaram as chamas de um incêndio em propriedade rural.

O fogo já havia sido controlado, mas com a chegada do vento forte, as chamas foram espalhadas novamente. Junto com a poeira, o incêndio causou a morte de três homens na última sexta-feira (1).

No mesmo dia foi registrada morte em Tupã (SP), causada durante um episódio de tempestade de areia. Ventos fortes derrubaram um muro do município, que ao atingir o rapaz acabou causando o falecimento.

Na madrugada deste sábado (2), Jataí (GO) registrou ventos fortes e uma caixa d’água de 50 mil litros foi derrubada durante a tempestade. Com a queda, a caixa e a água que havia dentro atingiram o telhado da casa. A construção de alvenaria foi destruída e os veículos estacionados embaixo foram cobertos por entulhos.

Em Mato Grosso do Sul pelo menos duas cidades registraram tempestades de poeira nesta sexta-feira (1). Em Três Lagoas os ventos fortes causaram correria entre os moradoresJá em Campo Grande, a ventania assustou com a mudança repentina do clima.