Suzano lucra R$ 10 bilhões e Eldorado, R$ 1,16 bilhão no 2º trimestre de 2021

Puxadas pela retomada nos países desenvolvidos, Suzano reverteu prejuízo do ano passado e Eldorado teve lucro recorde
17/08/2021 16:57 - Eduardo Miranda


As indústrias de celulose localizadas em Mato Grosso do Sul apresentaram resultados significativos no segundo trimestre de 2021, indicam os balanços apresentados nesta semana. Enquanto a Eldorado atingiu o melhor resultado para o período em sua história, a Companhia Suzano reverteu um prejuízo do ano passado, eu lucro líquido superior a R$ 10 bilhões. 

Eldorado

Puxada pela retomada do consumo nos países desenvolvidos, a Eldorado Brasil Celulose conseguiu atingir no segundo trimestre de 2021, o melhor resultado de sua história. O lucro líquido da empresa foi recorde: R$ 1,16 bilhão.

A empresa, que tem o capital fechado, divulgou nesta semana seus resultados para o segundo trimestre.  

O lucro antes dos juros, multas, impostos, depreciação e amortização (EBITIDA) também atingiu níveis inéditos para a empresa: R$ 1,57 bilhão no segundo trimestre, valor 20% maior que o trimestre anterior, e 26% superior ao segundo trimestre de 2020.  

A empresa gerou caixa de R$ 551 milhões.  

Acompanhe as últimas notícias

“A rentabilidade apresentada pela Eldorado no segundo trimestre reflete o desempenho e eficiência das nossas operações, alinhados ao quadro geral positivo no mercado de celulose, contribuindo para o atingimento desse conjunto de recordes”, avalia o CFO da Eldorado, Fernando Storchi.

Storchi atribui a retomada da atividade econômica nos países desenvolvidos para este salto nos números.  

A única unidade da Eldorado está localizada em Três Lagoas. A empresa teve, recentemente, um alívio na disputa acionária entre o grupo J&F, que controla a companhia, e a multinacional de dono indonésio (com sede contábil na Holanda) Paper Excellence.  

O Tribunal de Justiça de São Paulo impediu a transferência das ações da J&F para a Paper Excellence, anulando decisão de corte arbitral.

Suzano

Já a Companhia Suzano também conseguiu um importante resultado no segundo trimestre de 2021: um lucro líquido de R$ 10,036 bilhões. A empresa reverteu o prejuízo de R$ 2,052 bilhões, do mesmo período do ano passado.  

O Ebitda, na sigla em inglês ajustado, por sua vez, teve uma alta de 42% na comparação anual, para R$ 5,941 bilhões. Segundo a companhia, o resultado foi recorde nessa linha.

A Suzano, maior indústria de celulose do Brasil, tem mais de uma dezena de plantas industriais e, em Mato Grosso do Sul, opera duas plantas em Três Lagoas, e se prepara para construir sua terceira unidade (e maior indústria do segmento na América do Sul), em Ribas do Rio Pardo. 

Unidade industrial da Eldorado Celulose, em Três Lagoas - Divulgação