Sinpol entra na Justiça para suspender edital de concurso da Polícia Civil em MS

Sindicato informou que foi impedido de participar da elaboração do documento. São 30 vagas para o cargo de delegado e 180 de agente de polícia.

Por G1 MS

img-20170607-wa0011

Policiais civis acampados em frente à sede do governo demonstram outra insatisfação: a falta de reajuste salarial (Foto: Edmar Mello/TV Morena)

O Sindicato dos Policiais Civis de Mato Grosso do Sul (Sinpol) informou que entrou com uma ação judicial para suspender o edital do concurso público para delegados e agentes de polícia por discordar da forma como o documento foi elaborado.

O G1 entrou em contato com a assessoria do governo do estado e aguarda retorno.

De acordo com o Sinpol, o sindicato foi impedido de participar de todas as etapas de elaboração do documento, o que compromete a lisura do certame, segundo nota divulgada no site da associação.

“Em um concurso público sempre deve-se manter a transparência e a idoneidade para que todos os candidatos tenham a mesma oportunidade, em todas as fases, de concorrer às vagas”, diz um trecho do comunicado.

O edital publicado na última quinta-feira (8) no Diário Oficial do estado diz que o salário inicial para delegado é de R$ 14.978,26. Já para o cargo de agente de polícia, o edital revela que a remuneração inicial do aprovado será de R$ 3.888,26.

A prova está prevista para ser aplicada no dia 17 de setembro deste ano e os resultados da prova prática, habilitando os candidatos aprovados ao curso de formação, serão divulgados até o dia 31 de maio de 2018, de acordo com o Diário Oficial.