Servidores denunciam descarte irregular de resíduos e uniformes em Hospital

Colaboradores do serviço de limpeza do Hospital Beneficente São Vicente de Paula, em Bela Vista, afirmam que material infectado e uniforme hospitalar estão sendo descartados no mesmo recipiente após procedimentos cirúrgicos. A reportagem do Jornal Midiamax teve acesso com exclusividade aos registros dos locais que supostamente armazenam lixo hospitalar e roupa funcional no mesmo tambor.   Os funcionários garantem que sofrem riscos de contaminação ao separar os materiais das roupas. Nas fotos enviadas ao Jornal, agulhas, seringas e gases sujas de sangue aparecem misturadas com roupas que teriam sido usadas em cirurgias. “O Hospital não tem lugar certo para descarte de lixo hospital e por isso nós da limpeza precisamos separar o lixo das roupas que vão para a lavanderia.” Ainda nos registros é possível observar o que seria, de acordo com os servidores, um “pedaço de hérnia” misturado nas roupas. Riscos Conforme o portal Saúde.ccm.net, o lixo hospitalar pode provocar infecções em pacientes hospitalizados, profissionais de saúde, lixeiros e na população em geral. Micro-organismos resistentes a medicamentos também podem acabar sendo descartados em meio ao lixo hospitalar, o que traz risco de graves problemas de saúde pública. Prefeitura O Hospital São Vicente de Paula é de competência da Prefeitura Municipal de Bela Vista. A reportagem tentou entrar em contato com a assessoria de imprensa desde a última semana, mas até a publicação da denúncia as ligações não foram retornadas. Em diversos contatos com o administrativo da Instituição, o Jornal foi informado que o diretor, não estava no local. Nesta segunda-feira (19), uma funcionária atendeu a ligação no número fixo da sala de administração, mas afirmou que não poderia responder a denúncia porque “a bateria do celular estava acabando” e precisava desligar a chamada.