Santos faz 2 a 0, mas leva a virada do Novorizontino na Arena Corinthians

    A Arena Corinthians, em São Paulo, não deu sorte para o . Neste domingo, na 12.ª e última rodada da fase de classificação do Campeonato Paulista, o clube alvinegro abriu 2 a 0 no placar, mas, com um jogador a menos, acabou levando a virada por 3 a 2. Para o time visitante, nada mudou com a liderança do Grupo A. Seu adversário não avançou, mas se classificou para a Série D do Campeonato Brasileiro de 2021. Com o resultado, o  acabou ficando com 17 pontos, há três jogos sem vitórias e na primeira posição do Grupo A. Nas quartas de final, fará o confronto contra a Ponte Preta, no estádio da Vila Belmiro. Já o Novorizontino dá adeus ao Estadual e começa a iniciar o planejamento para a Série D deste ano, que começará em setembro. O técnico português Jesualdo Ferreira apostou em uma formação mais ofensiva para encarar o Novorizontino. Uribe ganhou nova oportunidade entre os titulares, centralizado. Marinho apareceu pelo lado direito e Soteldo caiu para a esquerda. A aposta acabou dando resultado no primeiro tempo. O clube alvinegro anulou o rival e criou as principais chances, a começar aos três minutos com o próprio Marinho, que acabou antecipado por Oliveira. A pressão santista surtiu efeito aos 16 minutos. Pará recebeu bola invertida e achou Marinho no meio. O atacante apostou na velocidade, cortou o defensor e mandou um “mini míssil aleatório” para abrir o placar na Arena Corinthians. Sem chance de classificar, o Novorizontino aceitou a marcação e não conseguiu ameaçar o gol defendido por Oliveira. O  ainda teve mais duas oportunidades de ampliar, mas faltou sincronia entre meio de campo e ataque. Na melhor chance, Soteldo não alcançou. Logo na sequência, foi a vez de Bruno Aguiar tirar a bola dos pés de Uribe, que estava pronto para colocar a bola no fundo das redes. O time alvinegro foi ainda mais arrasador no início segundo tempo. Logo aos dois minutos, Uribe encaixou um belo contra-ataque. O atacante saiu de frente para o gol e rolou para Marinho. Com Oliveira batido, só teve o trabalho de empurrar para fazer o seu segundo na partida. Logo na sequência, porém, o  ficou com um homem a menos. Uribe entrou de sola em Léo Santiago e acabou expulso. Com um homem a mais, o Novorizontino cresceu e diminuiu aos 12 minutos. Guilherme Queiroz recebeu com liberdade e acionou Cléo Silva pela direita. O atacante dominou e chutou com categoria para fazer 2 a 1. O  sentiu o gol e deixou o adversário “deitar e rolar”, tanto que sofreu o segundo aos 17 em pênalti convertido por Guilherme Queiroz.