Professor procurado por suspeita de abuso sexual em MS é preso após ser identificado em missa

Por Ricardo Freitas, G1 MS

Igreja Católica ganha novo santuário em Cachoeira Paulista, SP — Foto: Divulgação/Canção Nova

A polícia prendeu o professor, de 48 anos, suspeito de importunação sexual contra cinco adolescentes em Ponta Porã (MS). O homem foi detido na noite desta terça-feira (9) após a Delegacia de Atendimento à Mulher de Ponta Porã, receber denúncia de que ele estava participando de uma missa, no Santuário Pai das Misericórdias, em Cachoeira Paulista (SP).

“Alguém ligou aqui e disse que viu o professor na missa lá em Cachoeira, com já havia um mandado de prisão em aberto eu comuniquei à polícia de Cachoeira que o prendeu rapidamente”, disse a delegada responsável pelo caso, Marianne Cristine de Souza.

O homem foi levado para cadeia pública de Lorena (SP). A delegada informou que já pediu a transferência dele para Ponta Porã, onde será ouvido.

A prisão do professor foi decretada no dia 26 de julho quando ele passou a ser considerado foragido da Justiça. Segundo as investigações, com a desculpa de ser terapeuta, o suspeito convidada as adolescentes para ir até a casa dele, dizendo que faria massagens com pedras e aproveitava o local para cometer os abusos.

O professor trabalhava em uma escola particular como instrutor de oficinas culturais. A polícia não descarta a possibilidade de outras vítimas. “Eu ouvi uma menina e mãe de outras quatro, outras pessoas serão ouvidas nos próximos dias e orientamos que as vítimas denunciem mesmo sabendo que há resistência para isso”, afirmou a delegada.