Preso terceiro suspeito de participação em assalto a posto de combustíveis em MS

Um dos assaltantes morreu em troca de tiros com policial e outros dois foram presos. Roubo foi na quarta-feira (7), na Vila Morumbi, em Campo Grande.

Por Gabriela Pavão, G1 MS

arma-pica-pau

Arma foi apreendida na casa do terceiro suspeito (Foto: BPChoque/ Divulgação)

O terceiro suspeito de envolvimento no assalto a um posto de combustíveis, onde um bandido morreu em troca de tiros com um policial, foi preso na sexta-feira (9) pelo Batalhão de Choque da Polícia Militar (BPChoque).

O homem de 27 anos e a mulher dele, de 23 anos, foram localizados pela polícia em Rio Brilhante, logo depois de desembarcarem de um ônibus de viagem. Segundo apurado pelo Batalhão de Choque, o casal fugiria rumo à fronteira com Paraguai.

Na casa do suspeito, os policiais encontraram a arma usada no assalto ao posto de combustíveis e, durante as buscas, foram informados que o homem e a esposa estariam escondidos no bairro Celina Jallad. Durante diligências na região, a polícia foi informada que o casal seguiu para a rodoviária de Campo Grande, de onde iria rumo à fronteira.

Os policiais monitoraram os ônibus e fizeram o trajeto da viagem até encontrar o casal em Rio Brilhante.

Além dele, outro homem, também de 27 anos, foi preso na noite de quinta-feira (8). Ele estava escondido na casa de um amigo de 29 anos, que também foi preso, no jardim Parati.

Assalto

O roubo a um posto de combustíveis, na vila Morumbi, na região sul de Campo Grande, foi na noite de quarta-feira (7). De acordo com o Batalhão de Choque da Polícia Militar (BPChoque), quatro homens chegaram em um carro, um deles estava armado, anunciaram o assalto, roubaram R$ 350 do caixa, o celular de um funcionário e dinheiro de clientes.

Testemunhas afirmaram que o policial estava brincando com o filho dele em um parquinho, que fica no posto mesmo, viu toda a movimentação e atirou. Os bandidos atiraram também. Antes de morrer, o homem tentou entrar no carro, mas não conseguiu.