Ponte Preta bate Guarani no 197º dérbi de Campinas e volta ao G4 da Série B

 
 levou a melhor no 197º dérbi de Campinas e bateu o rival Guarani por 2 a 0 no estádio Moisés Lucarelli, nesta terça-feira, pela 14.ª rodada da Série B do . Com o resultado, o time da casa voltou ao G4 após uma jornada de fora. A vitória levou a  aos 24 pontos, na terceira posição, com um ponto a mais do que Juventude, Paraná e América-MG, que estão logo abaixo. O novo técnico Marcelo Oliveira ainda não estreou e acompanhou a partida das tribunas. Na outra ponta da tabela, o Guarani segue dentro da zona do rebaixamento. Com 11 pontos, o time de Ricardo Catalá é o penúltimo colocado, acima apenas do Oeste, com seis. O primeiro time fora da degola é o Figueirense, com 13. A Ponte começou melhor e era mais presente no campo de ataque, enquanto o Guarani, com postura mais defensiva, apostava nos contragolpes em velocidade, principalmente através de Waguininho e Murilo Rangel. Depois de algumas chances desperdiçadas, a  conseguiu abrir o placar aos 34 minutos. Guilherme Lazaroni cobrou escanteio da direita e o volante Dawhan subiu sozinho para desviar de cabeça para o fundo do gol. Na segunda etapa, a  ampliou em mais um escanteio. Aos 22 minutos, Lazaroni levantou para a área e o zagueiro Luizão dividiu com o goleiro Gabriel e pegou o rebote para marcar o segundo gol. O Guarani quase respondeu também em jogada de bola parada, em cabeceio de Didi, mas o goleiro Ivan fez uma defesa incrível, salvando a meta da Ponte, garantindo a vitória por 2 a 0.  volta a campo na próxima sexta-feira, quando enfrentará o Cuiabá, na Arena , pela 15.ª rodada da Série B. No sábado, o Guarani recebe o CRB no Brinco de Ouro.   FICHA TÉCNICA   PONTE PRETA 2 X 0 GUARANI   PONTE PRETA – Ivan; Apodi, Alisson, Luizão e Ernandes (Guilherme Lazaroni); Dawhan (Bruno Reis), Neto Moura (Luís Oyama) e João Paulo; Moisés, Matheus Peixoto (Guilherme Pato) e Bruno Rodrigues. Técnico: Fábio Moreno (interino).   GUARANI – Gabriel; Cristovam (Pablo), Wálber, Didi e Bidu; Deivid (Alemão), Arthur Rezende (Lucas Abreu), Murilo Rangel (Júnior Todinho) e Lucas Crispim; Waguininho e Giovanny (Renanzinho). Técnico: Ricardo Catalá.   GOLS – Dawhan, aos 34 minutos do primeiro tempo, e Luizão, aos 22 minutos do segundo tempo.   ÁRBITRO – Raphael Claus (SP).   CARTÕES AMARELOS – Neto Moura e Matheus Peixoto (); Wálber e Bidu (Guarani).   LOCAL – Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).