PolíciaPolícia Militar Ambiental de Porto Murtinho realiza três dias de operação no rio APA na fronteira, apreende anzóis de galho

  ================================================================================ Polícia Militar Ambiental de Porto Murtinho realiza três dias de operação no rio APA na fronteira, apreende anzóis de galho, mas percebe respeito ao período de piracema Campo Grande (MS) – Durante fiscalização fluvial no rio Apa, Policiais Militares Ambientais de Porto Murtinho, que trabalham na operação piracema, apreenderam diversos petrechos de pesca ilegais. Durante a fiscalização ocorrida entre o dia 8 e hoje (10) à tarde, a equipe localizou e retirou do rio, 19 anzóis de galho (petrechos proibidos), que estavam armados no curso d’água. Os proprietários dos materiais ilegais não foram localizados. Apesar da apreensão dos petrechos ilegais, a PMA percebeu que os pescadores, inclusive, do Paraguai estão respeitando o período de proibição na fronteira. Não foi encontrado ninguém praticando pesca nem de dia e nem à noite e, apesar da apreensão dos petrechos ilegais, a equipe verificou que alguns anzóis estavam armados há muito tempo, sem iscas e enferrujados. Confirma-se o diagnóstico de respeito à piracema, pois nesses três dias de operação foram poucos petrechos retirados do rio, comparativamente com operações ocorridas no início da piracema, como por exemplo no início de dezembro, quando em uma operação de dois dias foram apreendidos 42 espinheis com 1200 anzóis e 67 anzóis de galho, depois de denúncia de pesca na foz do rio Apa com o rio Paraguai. Fiscalizações preventivas dessa natureza são fundamentais para a prevenção à pesca predatória, especialmente durante a piracema, tendo em vista o grande poder de captura e depredação dos cardumes, dos petrechos proibidos de pesca como esses retirados do rio pelos Policiais. Além disso, há grande dificuldade de deter os autores, pois tais petrechos são armados em curto espaço de tempo e os pescadores não permanecem no rio durante a pesca, fazendo somente a retirada dos peixes, também em tempo bastante curto.