Polícia resgata brasileira que era mantida refém no Paraguai

A vítima está bem, segura e passará por exames médicos

Mariane Chianezi e Marcos Morandi Publicado em 17/08/2021, às 21h18

Divulgação

Sandra Maceda Rubert, de 37 anos, brasileira que havia sido sequestrada no último sábado (14) no município de Mbaracayú, foi resgatada pela Polícia Nacional na tarde desta terça-feira (17) na região de Colonia Guaraní. A mulher está segura e passará por exames médicos.

Conforme informações obtidas pela reportagem, a operação de recuperação foi realizada na Colônia Guaraní, a cerca de 30 quilômetros da residência da mulher. A polícia cercou a zona de refugiados da cidade de Puerto Indio para capturar os autores do sequestro.

Segundo os primeiros dados, os sequestradores seriam "transeuntes" que operavam pelo Lago Itaipu para transportar cargas na fronteira entre o Paraguai e o Brasil, mas devido às últimas incursões de autoridades brasileiras na costa do país vizinho, eles mudaram de "atividade" e teriam perpetrado o sequestro.

“Foi feita uma operação de resgate com o Ministério Público. Houve um confronto, a senhora está conosco (...) ela está sã e salva. Temos detidos e não poderíamos dizer se há pessoas mortas ”, disse o comissário Nimio Cardozo, chefe do Anti-sequestro da Polícia. Cardozo disse que ainda não sabe quantos detidos existem. Ele afirmou que a mulher será levada para sua casa, onde passará por uma inspeção médica.