Polícia Militar Ambiental de Jardim autua assentado em R$ 16 mil por exploração ilegal de madeira e apreende 53 toras da espécie aroeira

Polícia Militar Ambiental de Jardim autua assentado em R$ 16 mil por exploração ilegal de madeira e apreende 53 toras da espécie aroeira de alto valor econômico
Durante Fiscalização no município de Nioaque, Policiais Militares Ambientais de Jardim, que trabalham na operação Padroeira do Brasil encontraram grande quantidade de madeira ilegal da espécie aroeira, no assentamento Santa Guilhermina. Um infrator explorava a madeira em área de floresta do seu lote sem autorização ambiental. Ele não tinha a licença ambiental para a exploração e derrubada das árvores e, consequentemente, não possuía o Documento de Origem Florestal (DOF), que é o documento para o transporte, armazenamento, beneficiamento e comercialização de qualquer produto vegetal.
A madeira de alto valor econômico foi apreendida. O assentado (47), residente em Nioaque, foi autuado hoje (8) administrativamente e foi multado em R$ 15.900,00. Ele também responderá por crime ambiental e poderá pegar pena de seis meses a um ano de detenção.