Polícia Civil de Bela Vista conclui Operação Charcoal com quatro presos e seis toneladas de maconha apreendidas

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Bela Vista (MS): A Polícia Civil de Bela Vista concluiu, na última sexta-feira (24), as investigações relativas à Operação Charcoal, deflagrada em maio deste ano visando o combate ao tráfico de drogas na região de fronteira do Brasil com o Paraguai. Durante os dois meses de operação, a Polícia Civil efetuou a prisão de quatro envolvidos no esquema de tráfico de grande quantidade de entorpecente que a organização criminosa adquiria no Paraguai e transportava para ser distribuído na capital. O Delegado de Polícia responsável pelas investigações, Renato Lima Fazza, representou pela prisão preventiva de três dos envolvidos e, durante a realização de diligências, prendeu um quarto integrante em flagrante. Todos eles continuam presos. Durante a operação, a Polícia Civil apreendeu uma caminhonete produto de crime que era utilizada para o transporte da droga, bem como um caminhão também utilizado para transportar o entorpecente do Paraguai até Campo Grande. Cinco armas de fogo de calibres distintos, munições, celulares e seis toneladas de maconha também foram apreendidos. O delegado responsável pela investigação ressaltou o sucesso da operação, que conseguiu atingir o braço financeiro da organização criminosa e seu líder. “Os criminosos utilizavam-se de uma carvoaria de fachada para realizar o envio da droga escondida dentro das cargas de carvão, que saíam da região do Assentamento Caracol, situado no município de Bela Vista”, explicou Renato Lima Fazza. A operação, batizada de Charcoal como referência ao carvão usado pela organização criminosa para esconder a droga, apurou que os próprios indiciados negociavam o produto ilícito diretamente vindo do Paraguai e buscavam o entorpecente às margens do Rio Apa, que corta a cidade de Bela Vista (MS) e divide a fronteira com o município vizinho de Bela Vista Norte (PY). A operação contou com o apoio da Delegacia Regional de Jardim, da Primeira Delegacia de Polícia de Jardim e da Delegacia de Polícia de Aquidauana, além de policiais militares dos município de Bela Vista e Jardim.    
Reportagem: Barbara Camargo Alves