Polícia apreende carne com ‘coloração anormal’ no Comper em Campo Grande após denúncia

Além da cor estranha, peças apresentavam mau cheiro

João Ramos Publicado em 07/11/2021, às 21h17

Boletim de ocorrência informou que constitui crime contra relação de consumo - (Foto: Reprodução, Ilustrativa)

Enquanto fazia compras no Comper da Rua Joaquim Murtinho, início da noite deste domingo (7) em Campo Grande, homem de 44 anos foi até o local de exposição de carnes embaladas no estabelecimento e percebeu que havia costelas bovinas, acondicionadas em bandejas de isopor fino, com coloração esverdeada e mau cheiro.

Assim que constatou que os alimentos estavam com a coloração anormal, chamou um outro cliente que também fazia compras no supermercado como testemunha, que confirmou as más impressões sobre a carne. Imediatamente, o homem de 44 anos ligou ligou para o plantão da Depac Centro e fez o comunicado ao delegado plantonista Antonio Souza Ribas Junior, que foi ao local, juntamente com um perito criminal.

Conforme o boletim de ocorrência, no supermercado, o perito fez os levantamentos necessários e, em seguida, acondicionou as 12 bandejas em dois sacos de perícia e os lacrou, especificando neles: data da embalagem, data de validade e a massa. Em seguida, foi feita a apreensão e depósito para o gerente do supermercado, que foi orientado a manter os alimentos refrigerados nas condições ideais para posterior realização de exame pericial.

No boletim de ocorrência, foi informado que constitui crime contra relação de consumo: vender, ter em depósito para vender, ou expôr à venda, ou qualquer forma, entregar matéria-prima ou mercadoria, em condições impróprias para consumo. O Jornal Midiamax solicitou um retorno à assessoria do Comper para maiores esclarecimentos e aguarda a devolutiva. 

De novo

Esta não foi a primeira denúncia neste fim de semana contra a rede de supermercados. Leitor encaminhou ao Jornal Midiamax foto e vídeos mostrando os insetos dentro do freezer de venda das carnes do Comper da avenida Euler de Azevedo, em Campo Grande. 

No vídeo, é possível ver várias moscas nas carnes de frango e bovina. O leitor, que preferiu não ter o nome divulgado, disse que esta não é a primeira vez que presencia a situação. "Outras vezes já vi moscas no freezer e avisei o açougueiro e o gerente do mercado".

A assessoria da rede de supermercados foi acionada, mas não deu um posicionamento. O espaço segue aberto para manifestações.