PMA mantêm monitoramento de ninhos de papagaios em operação contra tráfico de animais

Para evitar a retirada dos filhotes dos ninhos

Diego Alves Publicado em 30/08/2021, às 23h50

Divulgação, PMA

A PMA (Polícia Militar Ambiental) do Parque das Várzeas do Rio Ivinhema e de Dourados mantêm monitoramento dos ninhos de papagaios na operação Bocaiúva contra o tráfico de animais.

Desde a última sexta-feira (27) até esta segunda-feira (30), policiais ambientais do Grupamento do Parque Estadual das Várzeas do Rio Ivinhema (PEVRI) e de Dourados, conferiram e mantiveram a proteção de vários ninhos de papagaios, inclusive, alguns feitos de caixas de madeira por pesquisadores, na região do Parque e do Entorno. Durante o patrulhamento foram abordados na região 28 veículos e 52 pessoas fiscalizadas.

Com o início da reprodução do papagaio e demais psitacídeos (arara, periquitos, maritacas, maracanãs, etc.) e várias outras espécies de aves, que vai de agosto a dezembro, a PMA deflagrou no dia (13) deste mês a operação Bocaiúva. Os trabalhos começam antes de a maioria dos ninhos estarem com filhotes, em alguns ainda nem há ovos até o momento, para evitar a retirada dos filhotes dos ninhos.