PMA de Porto Murtinho fiscaliza 14 barcos, 46 pescadores e apreende quatro cordas de espinheis com 105 anzóis nos rios Paraguai e Apa na fronteira na operação Hot Point

PMA de Porto Murtinho fiscaliza 14 barcos, 46 pescadores e apreende quatro cordas de espinheis com 105 anzóis nos rios Paraguai e Apa na fronteira na operação Hot Point

 Equipes da Polícia Militar Ambiental de Porto Murtinho monitoram cardumes e fiscalizam os rios Paraguai e Apa durante a operação Hot Point, desde ontem à noitee abordaram 14 embarcações em atividade de pesca amadora e profissional, bem como pescadores que praticavam a pesca no barranco do rio, em um total de 46 pessoas fiscalizadas, que pescavam legalmente.

Entretanto, a área de fronteira trata-se de uma região sensível, tendo em vista que, além de pescadores brasileiros, pessoas do país vizinho também praticam a pesca na região e, devido a facilidade de fuga pelo território paraguaio, a fiscalização precisa ser constante. Cumprindo um dos objetivos primários da operação Hot Point que é a proteção dos recursos pesqueiros, a retirada de petrechos ilegais dos rios é fundamental. Até o momento, os Policiais já retiraram e apreenderam nos dois rios, 35 anzóis de galho e quatro cordas de espinhel, medindo 150 metros, com um total de 105 anzóis (vídeo). Os proprietários dos petrechos ilegais não foram identificados.

Uma das maiores preocupações da PMA na prevenção à pesca predatória é a retirada dos rios de petrechos de pesca proibidos que são armados por infratores, principalmente as redes de pesca, os espinheis, anzóis de galho, devido ao alto poder de captura e depredação de cardumes, apesar, da dificuldade de se prender os autores devido ao pouco tempo de exposição para armá-los nos rios e principalmente à noite.