PMA de Jardim e Bonito descobrem grande exploração ilegal de madeira em bioma protegido na Serra da Bodoquena

PMA de Jardim e Bonito descobrem grande exploração ilegal de madeira em bioma protegido durante aferição da área queimada na Serra da Bodoquena e autua infrator em R$ 553 mil

 Durante trabalhos de aferição das áreas afetadas por incêndios na região da Serra da Bodoquena, nos municípios de Jardim, Bonito e Porto Murtinho, na operação Prolepse de prevenção e repressão aos incêndios, Policiais Militares Ambientais de jardim e Bonito descobriram hoje (13) uma grande quantidade de madeira sendo explorada ilegalmente na área do bioma protegido por lei de Mata Atlântica, em uma propriedade rural localizada no município de Porto Murtinho.

Os Policiais localizaram madeira explorada, desdobrada em estacas para cerca e que eram utilizadas em cercas na propriedade e também estavam armazenadas no local, sem a autorização ambiental para a atividade. Foram apreendidas 1.550 estacas de madeira da espécie vinhático retiradas recentemente que já estavam fixadas na construção de uma cerca e 80 armazenadas, além de mais 215 estacas de madeira da espécie aroeira também armazenadas em uma pilha, perfazendo 1.845 estacas.

O responsável pela propriedade recusou-se a indicar o local de onde estava sendo retirada madeira ilegal. O proprietário da fazenda (81), residente em Dourados, foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 553.500,00, pela exploração da madeira no bioma protegido. Ele também responderá por crime ambiental. A pena é de um a três anos de detenção, agravada por ser vegetação protegida de bioma protegido por lei.