Neymar diz que não ouviu Cavani e brinca sobre reencontro com Suárez: “Foi bom porque ganhei”

Por Alexandre Lozetti — Londres, Inglaterra

De pênalti, Neymar marcou o seu 60º gol com a camisa da seleção brasileira e garantiu a vitória sobre o Uruguai, em Londres, por 1 a 0, no estádio do Arsenal. Na próxima terça-feira, o time de Tite enfrenta Camarões, ainda na capital inglesa. De bom humor, o camisa 10 brasileiro disse, aos risos, que não ouviu nada que Cavani, seu companheiro de PSG, disse após falta no segundo tempo.

Neymar disputa a bola com Cavani, seu companheiro de PSG: brasileiro e uruguaio tiveram dividida forte na partida — Foto: AFP

As câmeras flagraram o uruguaio se dirigindo ao atacante brasileiro com cara de poucos amigos. Os dois chegaram a se desentender no início da trajetória de Neymar em Paris. Mas Neymar nem deu ouvidos na partida amistosa.

- O que ele falou? Não falou nada. Não escutei - divertiu-se o brasileiro.

Cavani: "Saímos com sabor amargo"

A amizade de Neymar com outro atacante uruguaio é bem diferente. Luizito Suárez foi parceiro de Barcelona e segue como grande amigo. Quando um jornalista uruguaio perguntou do reencontro, Neymar abriu um sorriso e disse:

- O reencontro foi bom. Bom porque eu ganhei (risos). É um companheiro e um amigo. Gosto muito dele, é um craque, um fenômeno. Dividimos vestiário e temos amizade até hoje. Sempre desejo tudo de bom para ele.

Para Neymar, o Brasil mostrou bom futebol contra a forte equipe uruguaia.

- É um adversário que te exige, que te força a jogar melhor tanto defensivamente quanto ofensivamente. Então saimos daqui felizes, mas temos que melhorar ainda, podemos ser melhores - comentou Neymar.

No outro vestiário, Cavani contemporizou o rápido entrevero com Neymar, mas lamentou a marcação do pênalti.

- Existem pequenos detalhes dentro de campo que fazem subir um pouco a temperatura, mas isso fica dentro de campo. Quando termina o jogo, a gente começa a refletir e as coisas voltam à normalidade. Fizemos um bom jogo, intenso, pudemos atacar e tivemos chances de gol. Perder um jogo dessa maneira, com esse pênalti, com uma mão anteriormente na jogada do pênalti, mas no futebol é assim, por isso não protestamos. Mas saímos com um sabor amargo, porque merecíamos um pouquinho mais.