Na espera do auxílio de R$ 600? Caixa promete terminar análise até sexta-feira

Milhares de sul-mato-grossenses permanecem na 'fila virtual' à espera do benefício

Milhares de sul-mato-grossenses continuam na fila virtual à espera de resposta sobre o auxílio emergencial de R$ 600, disponibilizado pelo governo para auxiliar os brasileiros diante da crise causada pela pandemia do novo coronavírus. Segundo a Caixa Econômica Federal, até a próxima sexta-feira (15) quem fez o cadastro e permanece em análise deve ter uma resposta. O prazo, conforme a instituição, deve ser cumprido para que a segunda parcela do benefício seja liberada para quem já recebeu a primeira. Ainda conforme a Caixa, liberações de benefícios para quem estava na fila virtual já começaram nesta quarta-feira (13). Quem tiver o benefício aprovado e já tiver conta na Caixa, só precisará aguardar até o valor seja depositado. Quem não possui conta no banco, pode baixar o aplicativo Caixa Tem e fazer o processo de direcionamento do valor para contas em outros bancos. Também é possível sacar o valor em qualquer agência da Caixa, onde os códigos para ter acesso ao dinheiro são gerados automaticamente. Para auxiliar nesse processo, agências do banco federal têm atendido os clientes até aos sábados. O Jornal Midiamax questionou a Caixa Econômica sobre quantos cadastros continuam em análise em Mato Grosso do Sul, mas segundo a instituição, ainda não há levantamento de números regionais.

Pagamento retroativo

Como a própria Caixa e o Ministério da Cidadania já avisaram, o Governo Federal vai pagar o auxílio de forma retroativo em caso de quem tiver o cadastro aprovado enquanto os pagamentos das próximas parcelas estiverem ocorrendo. Para o caso de beneficiários que solicitarem novamente a inclusão no programa ou que contestarem uma reprovação, o banco se comprometeu a pagar o valor das parcelas anteriores. Conforme aprovado pela União, o auxílio emergencial será três parcelas de R$ 600 ou R$ 1,2 mil, em caso de mães chefes de família. Para acompanhar o status da sua solicitação ou fazer uma nova, acesse o site do programa neste link ou baixe o aplicativo Auxílio Emergencial no seu celular.