Ministério da Saúde analisa pedido de MS para aplicar 3ª dose da vacina contra Covid em idosos

Segundo secretário Geraldo Resende, a SES solicitou apoio ao Ministério da Saúde para início da aplicação da 3ª dose

Lucas Mamédio Publicado em 16/08/2021, às 18h14

O ministério da saúde, que confirmou que avalia a aplicação de uma terceira dose de vacina contra a Covid-19 em pacientes com imunidade baixa, também está analisando um pedido de apoio de Mato Grosso do Sul, que pretende tomar a mesma medida.

Segundo secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, a SES solicitou apoio do Ministério da Saúde para aplicação da terceira dose da vacina contra covid-19 em idosos acima de 60 anos, começando pelos que possuem comorbidade, inclusive com a combinação de marcas diferentes das vacinas, medida chamada tecnicamente de intercambilidade.

A informação vem na esteira de vários estudos que apontam a necessidade do reforço para alguns grupos. Em Mato Grosso do Sul, incluive, tramita na Assembleia Legislativa, um projeto de lei que garantiria o direito a uma terceira dose de vacina contra a Covid-19 a quem alegar que está com baixa imunidade após completar o ciclo de imunização com duas doses. A matéria é de autoria do deputado estadual João Henrique Catan (PL).

Hoje também, a secretária de Enfrentamento à Covid-19 do Ministério da Saúde, Rosana Melo, em participação na Comissão Temporária do Senado Federal, disse que alguns estudos preliminares a que teve acesso, apontam para a necessidade da dose de reforço em alguns casos. 

"Temos alguns estudos preliminares, porém esses estudos não foram publicados. São discussões internas, nem podemos publicizar tanto, em respeito aos pesquisadores, porém já estamos tomando decisões em nível de gestão, o que fazer, o que planejar, quantificar esses grupos que precisem, a exemplo do que aconteceu na semana passada nos Estados Unidos”.