Luisa Stefani faz história ao figurar no inédito top 10 de duplas: ‘Grande marco’

"Top 10 sempre foi uma meta", disse Luisa

A tenista está sem jogar desde o fim de setembro, após uma cirurgia no joelho - Divulgação
A divulgação do ranking mundial da WTA, nesta segunda-feira (1º), foi especial para a brasileira Luisa Stefani. Mesmo sem jogar desde o fim de setembro, após ser submetida à cirurgia no joelho direito, a tenista paulistana apareceu na nona colocação da lista de duplas, figurando no top 10 pela primeira vez na carreira.
Medalha de bronze na Olimpíada de Tóquio e em evolução na temporada, Luisa Stefani subiu do 11º para o 9º, com 4580 pontos, apenas 20 atrás da chinesa Shuai Zhang, em oitavo, se tornando a primeira brasileira na história a ocupar um lugar entre as dez melhores do mundo desde que o sistema oficial do ranking foi criado, em 1975.
"Top 10 sempre foi uma meta pra mim e é uma grande conquista alcançá-lo. Pena que não estou jogando no momento, mas mesmo assim é um grande marco na minha carreira", festejou a paulistana. "Estou comemorando as pequenas vitórias ultimamente durante minha recuperação, então vou adicionar essa na lista também. Um lembrete dos ótimos resultados e boas lembranças que tive na quadra esse ano", seguiu.
A tenista segue em recuperação da cirurgia no joelho direito, com sessões diárias de fisioterapia em Tampa, na Flórida. Ela fica nos Estados Unidos mais alguns dias, mas retornará ao Brasil antes do fim do ano para nova etapa na reabilitação.
"A recuperação até agora está progredindo super bem e dentro do cronograma que minha equipe médica passou. Não tem sido um processo fácil, é trabalho duro na fisioterapia, cansativo, dolorido, às vezes chato, e tem dias que o progresso não é tão nítido, então é importante manter o otimismo principalmente nesses dias duros", disse. "Por outro lado, cada melhora, exercício novo, e passinho dado é uma grande vitória."
O ranking de duplas agora tem a romena Elise Mertens em primeiro, com 7640 pontos, seguida por Katerina Siniakova e por Barbora Krejcikova. Ex-líder, Su-Wei Hsieh caiu para o quarto lugar.
No ranking de duplas masculino, o brasileiro Bruno Soares e o inglês Jamie Murray seguem na oitava colocação após o título do ATP 250 de São Petersburgo, no domingo, com 2915 pontos, o que garantiria vaga no ATP World Finals de Turim, no meio do mês.
SOBERANOS NO SIMPLES — Os rankings femininos e masculinos de simples seguem sem mexidas. A australiana Ashleigh Barty se manteve no topo, com 7701 pontos, com Aryna Sabalenka em segundo e Barbora Krejcikova agora fechando o pódio.
No masculino, mesmo sem atuar desde a final do US Open, o sérvio Novak Djokovic se mantém sem sombra. Soma 8370 pontos e caminha para fechar o sétimo ano seguido no topo. O russo Daniil Medvedev vem a seguir, com 6470, acompanhado pelo grego Stepanos Tsitsipas. O campeão do US Open, o alemão Alexander Zverev, é o quarto e Andrey Rublev fecha o top 5.