Juiz e Promotor de Bela Vista recebem Moção de Aplausos

bv714-620x350

Como forma de reconhecimento pelos relevantes trabalhos desempenhados junto a Comarca da cidade de Bela Vista e Caracol, principalmente sobre a decisão em condenar a Vivo a prestar serviço de qualidade à comunidade, o juiz de direito Dr. Vinicius Pedrosa dos Santos e o promotor Alexandre Estuqui Junior receberam Moção de Aplausos.

Os vereadores Johnys Hemory Denis Basso (DEM), Demecio Takeschi Higa (PHS) e Fabrizia Tinoco (PRB) foram os autores da Moção de Aplausos ao ex-promotor de Justiça Alexandre Estuqui Junior que moveu ação publica civil contra a operadora Vivo em 2015, e a ação foi sentenciada pelo Juiz de Direito da comarca de Bela Vista Dr. Vinicius Pedrosa Santos, que a empresa ofereça serviço de qualidade aos usuários da operadora no município de Bela Vistas e Caracol sobe pena de multa.

Para o vereador Johnys Basso, autor da indicação da Moção de Aplausos, é mais do que merecido este reconhecimento aos que muito contribuíram com a sociedade bela-vistense, oferecendo integralmente dedicação e desenvoltura à frente de suas atribuições.

Dr. Alexandre Estuqui Junior, que moveu a ação, prestou relevantes serviços a comunidade, deixando um legado de seriedade, e que e possível acreditar na justiça, e com a certeza do dever cumprido, Johnys ressaltou que os méritos a ele atribuídos, também são do poder judiciário. Na concepção do vereador, as palavras de elogios proferidas ao promotor, não são suficientes para qualificar as virtudes de um homem serio, “ele e mais do que merecedor deste reconhecimento” disse Johnys.

Johnys afirmou ainda que o Juiz da comarca Dr. Vinicius Pedrosa dos Santos, tem atuação destacada no sentido de manter a igualdade e a ordem publica, pois a decisão em penalizar a Vivo, sempre foi um clamor da comunidade que sofre com o péssimo serviço prestado no município de Bela Vista, foi uma decisão que alegrou a comunidade, e acendeu uma luz no final do túnel referente ao serviço de internet e telefonia móvel, disse Johyns.

Ademir Mendonça