Irmãos gêmeos são presos com supermaconha na fronteira de MS

Eles foram flagrados na hora de retirar encomenda em Pedro Juan Caballero

Marcos Morandi Publicado em 26/02/2022, às 06h10

Droga foi enviada de Ciudade del Este - Divulgação

Dois irmãos gêmeos foram presos por Agentes da Senad (Secretaria Nacional Antidrogas) nesta sexta-feira (25). Eles foram surpreendidos na hora de retirar uma encomenda enviada de Ciudad del Este que continha supermaconha. O procedimento foi realizado na cidade de Pedro Juan Caballero.

Os presos foram identificados como Wilson Eduardo e Wilson Fabián Velázquez. Eles se apresentaram para recolher um pacote suspeito que havia sido enviado primeiro de Ciudad del Este para Assunção e de lá para Pedro Juan Caballero em nome de uma mulher.

A maconha do tipo “Creepy” é uma variedade de que contém maior concentração de THC (tetrahidrocanabinol), o principal constituinte psicoativo da cannabis que, dependendo da dosagem, pode ter potencial alucinógeno e viciante.

A droga geralmente é cultivada em ambientes controlados (com sistema de iluminação e irrigação), por isso o preço costuma ser mais alto, segundo o agente especial Juan Servin, vice-chefe do escritório regional da Senad.