Gracyanne Barbosa toma calote e entra na Justiça contra estilista

A modelo fez uma encomenda de cinco looks para o carnaval e acabou se envolvendo em uma confusão

===============================================================================
Se preparando para representar a União da Ilha no Carnaval do Rio de Janeiro, a modelo Gracyanne Barbosa está sendo obrigada a improvisar nos looks que usa nos ensaios da escola, uma vez que vem enfrentando problemas com a estilista que iria confeccionar as peças. Segundo informações da colunista Fábia Oliveira, do jornal ‘O Dia’, Gracyanne revelou que pagou R$ 36 mil para a designer mineira Patrícia Nascimento, que faria cinco figurinos para a modelo brilhar em suas aparições na escola. Porém, a profissional acabou enviando peças erradas por duas vezes, fazendo a musa fitness desistir da encomenda. “Ela desenhou as peças, eu gostei, mas não me enviou nada do combinado. As peças nem pareciam ter minhas medidas. Mandei de volta, porque ela me pediu outra chance. Eu sou muito tranquila com roupas. Não dou palpite, deixo o profissional trabalhar o que gosta, mas novamente ela me enviou um vestido que não serviu nem na minha irmã que pesa 20 quilos a menos que eu”, contou Gracyanne. O problema é que a modelo acabou ficando chateada com a situação e pediu o dinheiro gasto de volta. “Mandei tudo de volta e pedi pra devolver meu dinheiro. Como ela faz alta costura, imaginei que seria correta. Ela fez três vestidos de festa em outras situações pra mim e mesmo não me conhecendo pessoalmente acertou. Honestamente, não sei o que houve. Entendo que as pessoas têm problemas, mas se fazer de morta não é legal. Minha advogada está em contato e ela também não responde. Levamos o caso à Justiça”, afirma. Por outro lado, um representante da estilista alegou para a colunista que Gracyanne pagou apenas 70% do valor combinado em contrato e que na véspera do pagamento restante a modelo teria desistido. Gracyanne rebateu o argumento: “É mentira. Ela tem que me devolver tudo. As roupas nunca foram usadas. E mesmo assim o valor que ela depositou às pressas depois que vocês entraram em contato, não corresponde a 70% do valor total que foi pago”, afirma.
Mais notícias