Warning: Parameter 2 to M_DataMapper::set_custom_wp_query_where() expected to be a reference, value given in /home/ancorane/public_html/wp-includes/class-wp-hook.php on line 286

Warning: Parameter 2 to M_DataMapper::set_custom_wp_query_groupby() expected to be a reference, value given in /home/ancorane/public_html/wp-includes/class-wp-hook.php on line 286

Warning: Parameter 2 to M_DataMapper::set_custom_wp_query_fields() expected to be a reference, value given in /home/ancorane/public_html/wp-includes/class-wp-hook.php on line 286

Warning: Parameter 2 to M_DataMapper::set_custom_wp_query() expected to be a reference, value given in /home/ancorane/public_html/wp-includes/class-wp-hook.php on line 286
G1 já viu: Boa estreia, ‘Guardiões da Galáxia’ tem humor como superpoder – Ancora News

G1 já viu: Boa estreia, ‘Guardiões da Galáxia’ tem humor como superpoder

Chris Pratt, bom roteiro e trilha sonora são acertos da franquia de heróis. Filme da Marvel entra em cartaz no Brasil na próxima quinta-feira (31).

Braulio LorentzDo G1, em São Paulo
Zoe Saldana, Chris Pratt e Dave Bautista em cena de 'Guardiões da Galáxia' (Foto: Divulgação)Zoe Saldana, Chris Pratt e Dave Bautista em cena de 'Guardiões da Galáxia' (Foto: Divulgação)
Chris Pratt é o Peter Quill de 'Guardiões da Galáxia' (Foto: Divulgação)Chris Pratt é o Peter Quill de 'Guardiões da Galáxia' (Foto: Divulgação)
Quem teve a ideia de escalar Chris Pratt como protagonista de "Guardiões da Galáxia" merece cada dólar do salário que ganha. O ator (pouco) conhecido por interpretar caras sem sal de filmes ("Moneyball", "Ela") ou desleixados de séries ("The O.C", "Parks and Recreation") é um dos acertos da estreia no cinema desta franquia de heróis da Marvel. É mais fácil um ator perder 27 quilos do que ensinar algum galã a ser engraçado. Mas "Guardiões", que chega aos cinemas brasileiros na quinta-feira (31), não é carregado nas costas por Pratt. O filme vale a pena ser visto por conta dos bons diálogos e da trilha sonora. Ah, também estão lá protocolares explosões, perseguições e outros efeitos essenciais. Nada usado com exagero. O longa baseado na HQ de mesmo nome narra a trajetória do aventureiro espacial Peter Quill (Pratt). Ele é caçado por vilões, após roubar um item que pode destruir o universo. O rapaz pegador e engraçadão tem a companhia do guaxinim atirador Rocket (voz de Bradley Cooper); da árvore mutante Groot (voz de Vin Diesel); da orfã ex-má e ranzinza Gamora (Zoe Saldana); e do fortão vingativo Drax, destruidor interpretado pelo lutador Dave Bautista. Entre tapas e beijos, eles se tornam amigos. A galáxia está nas mãos deles. E nas patas. E nos galhos. A graça do filme está na interação entre raças e nas diferenças de cultura, o que rende piadinhas. As melhores delas são com estranhos costumes terráqueos: dançar, ouvir música ruim, essas coisas. Outros alvos são a burrice de Groot, os galanteios de Quill, a amargura de Gamora, o tamanho de Rocket e a dificuldade para entender metáforas de Drax. Se não tivessem a galáxia para defender, conseguiriam estrelar uma sitcom dessas que copiam "Friends". Ninguém reclamaria. É, claramente, a relação entre os cinco que segura o filme, mesmo quando ele ameaça a ficar meio perdido no espaço.
Groot e Rocket, personagens de 'Guardiões da Galáxia' (Foto: Divulgação)Groot e Rocket formam uma dupla inseparável de 'Guardiões da Galáxia' (Foto: Divulgação)
O diretor James Gunn com Michael Rooker em 'Guardiões da Galáxia' (Foto: Divulgação)O diretor James Gunn conversa com Michael Rooker em 'Guardiões da Galáxia' (Foto: Divulgação)
É tão bom quanto 'Vingadores'? "Guardiões da Galáxia" serve para que os fãs de filmes de superheróis não fiquem tão ansiosos com a espera pela segunda parte de "Os Vingadores". A franquia com Homem de Ferro, Thor, Hulk e Capitão América retorna aos cinemas só em maio de 2015. Como os dois times são da Marvel, uma pergunta tende a ser feita no fim da sessão. E aí, qual estreia no cinema é melhor? Não dá para negar que "Vingadores" tem cenas de ação mais impactantes e que as perseguições e combates vão um pouco além. Filme por filme, "Guardiões" é melhor. Os bons diálogos fazem duas horas passarem rapidamente. O roteiro não é vitimado por algo comum em produções heroicas: quando o enredo parece fragmentado, com partes que não se encaixam e batalhas finais que perdem sentido e fôlego. Notar que o diretor e roteirista James Gunn mandou tão bem é algo, de certo modo, surpreendente. Antes, Gunn havia trabalhado em filmes horripilantes, no bom ("Madrugada dos mortos" e "Seres rastejantes") e no mal sentidos ("Scooby-Doo" e "Scooby-Doo 2"). O cineasta americano, de 43 anos, se credenciou ao cargo de "diretor de heróis" com "Super" (2010). Não foi sucesso de bilheteria ou crítica, mas chamou atenção com antiheróis vividos por Rainn Wilson e Ellen Page. Era uma versão melancólica e bizarra de "Kickass", outro em que pessoas comuns se fantasiam e saem por aí combatendo crimes. Elenco de apoio e walkman Os cinco guardiões contam com um belo elenco de apoio. Benicio Del Toro aparece por poucos minutos, mas convence na pele de um excêntrico colecionador. Michael Rooker tem mais tempo para mostrar serviço como o mercenário Yondu Udonta, chefe de Quill. Mais apagadinhos, Glenn Close, Djimon Hounsou, John C. Reilly e Lee Pace completam o time. A trilha tem mais força do que eles, com canções pop pegajosas que ecoam do walkman de Quill, sua maior ligação com a Terra e com sua falecida mãe. Ao som de "I'm Not in Love", "Hooked on a Feeling", "Escape (The Pina Colada Song)" e "Cherry Bomb", a Marvel mostra força com uma das melhores estreias de heróis dos últimos anos.
Chris Pratt é o Peter Quill de 'Guardiões da Galáxia' (Foto: Divulgação)Chris Pratt é o Peter Quill de 'Guardiões da Galáxia' (Foto: Divulgação)
Benicio Del Toro interpreta um colecionador em 'Guardiões da Galáxia' (Foto: Divulgação)Benicio Del Toro interpreta um colecionador em 'Guardiões da Galáxia' (Foto: Divulgação)