Expulso, Neymar protesta contra racismo: “Arrependimento é por não ter dado na cara desse babaca”

Por Redação do ge — Paris, França