Empresário é preso por agredir e manter a mulher em cárcere privado

Vítima era autorizada a sair de casa apenas para ir para o trabalho e sob vigilância do marido

Clayton Neves
   
Fachada da Delegacia de Atendimento à Mulher, responsável pelo caso. (Foto: Polícia Civil)
=
Investigado por violência doméstica, empresário de Jardim foi preso nesta terça-feira (9) por manter a mulher em cárcere privado. Segundo apurou a polícia, a vítima, de 44 anos, era autorizada a sair de casa apenas para ir para o trabalho e sob vigilância do marido. Investigado por violência doméstica, empresário de Jardim foi preso nesta terça-feira (9) por manter a mulher em cárcere privado. Segundo apurou a polícia, a vítima, de 44 anos, era autorizada a sair de casa apenas para ir para o trabalho e sob vigilância do marido.
De acordo com informações da Polícia Civil, após denúncia equipe passou a monitorar o casal e descobriu que a mulher tinha marcas de agressão e era ameaçada. Colegas de trabalho da vítima disseram que depoimento que tinham medo do autor e que ele passava o dia no local de trabalho da mulher para vigiá-la. Além disso, testemunhas relataram à polícia que o homem sempre seguia a companheira na rua. Prisão preventiva do investigado foi pedida pela delegada Bárbara Camargo Alves, da Delegacia de Atendimento à Mulher, e acatada pela Justiça. Preso, ele negou as acusações. O empresário já havia sido denunciado em 2017 e 2018 por agressão e ameaça contra a mesma mulher.