Definida empresa para construção do Hospital Regional de Dourados

Projeto chegou a ser paralisado e teve licitação retomada em 2017

Kleber Clajus

640x480-a8c0da3bf2914473f1068988e6ce7b55

Hospital Regional de Dourados atenderá demanda de pelo menos 34 municípios do entorno (Foto: Divulgação)

Obras do Hospital Regional de Dourados, a 233 quilômetros de Campo Grande, devem ser executadas pela empresa Engepar Engenharia e Participações Ltda. Resultado da licitação foi publicado, nesta terça-feira (12), no Diário Oficial do Estado. Investimento é de R$ 25,6 milhões, entre recursos estaduais e federais, para a estrutura localizada na BR-463.

Com terreno doado há seis anos pelo empresário do ramo de cereais Adão Parizotto, dono de um loteamento próximo ao local, as intervenções somente tiveram início em 2014, mas foram paralisadas para modificar itens do projeto apresentado em Brasília (DF).

Em novembro do ano passado, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) anunciou haver R$ 59 milhões para as duas primeiras etapas da obra que, quando concluída, terá 220 leitos, 40 UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) e seis centros cirúrgicos. No mesmo mês ele lançou novamente  processo licitatório destinado a escolher a empresa que executaria a construção.

De emendas parlamentares do ex-deputado federal Marçal Filho (PSDB), assim como dos atuais Geraldo Resende (PSDB), Dagoberto Nogueira (PDT) e do senador Waldemir Moka(MDB), ficaram garantidos pelo menos R$ 15 milhões para a estrutura, sendo outros R$ 6,1 milhões para centro de diagnóstico médico e R$ 21 milhões relativos a recursos estaduais.

Há por parte da bancada federal compromisso de novas destinações financeiras até 2020 para o hospital destinado a atender ao menos 34 municípios da Grande Dourados, Conesul e região de fronteira que tem no município seu polo regional de saúde.