Criança de 3 anos morre após ser atacada por rottweiler em Campo Grande

Criança chegou a ser socorrida, mas teve uma parada cardiorrespiratória e não resistiu

Uma criança de 3 anos de idade morreu na manhã desta terça-feira (16) após ser atacada por um cão da raça rottweiler no Loteamento Cristo Redentor, em Campo Grande. Myckael Mendonça de Andrade chegou a ser socorrido, mas teve uma parada cardiorrespiratória e não resistiu aos ferimentos. De acordo com as informações da polícia, que investigará o caso, a mãe do menino estava na residência de uma prima, quando a criança pediu que fossem para casa porque queria comer. A mãe então decidiu ir embora, quando ao sair no quintal, o cão teria pulado em cima dela, em seguida na criança. A prima interferiu, bateu no animal com o cabo de vassoura, mas ele continuou o ataque à criança, foi quando elas correram e pediram ajuda do vizinho. O homem pegou um machado e atacou o animal, que parou com as mordidas. Depois o vizinho pegou o menino no colo e levou até ao CRS (Centro Regional de Saúde) Tiradentes. A criança apresentava mordeduras na face e no crânio. No caminho para a unidade de saúde teve perdas de consciência e dificuldade para respirar. Poucos minutos depois, o quadro evoluiu para uma parada cardiorrespiratória e já na CRS foram realizadas manobras de reanimação por 40 minutos, mas sem sucesso. O óbito foi constatado às 10h45. Conforme a mãe da criança, o cão era de seu primo e estava na casa há cerca de um mês. Ainda, de acordo com o relato da mulher, geralmente a criança brincava com o animal, considerado dócil pela família. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Cepol.