Com 73,3 mil casos, fevereiro é o mês com mais testes positivos da pandemia

Corona virus
Estado bateu a marca de meio milhão de infectados pela doença nesta segunda-feira (28)

NAIARA CAMARGO

28/02/2022 11:30

Dados do boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde (SES) apontam que 73.395 pessoas testaram positivo para Covid-19 de 1º a 28 de fevereiro de 2022 em Mato Grosso do Sul.

Com isso, fevereiro torna-se o mês com maior número de testes positivos de toda a pandemia. 

Os meses com mais casos positivos de toda a pandemia são fevereiro 2022 (73.395); junho 2021 (44.686); janeiro 2022 (42.729); maio 2021 (42.540); dezembro (34.700) e março 2021 (34.070).

Em 1º de fevereiro de 2022, Mato Grosso do Sul registrou recorde de casos de Covid-19: foram 4.902 casos confirmados em 24 horas.

Dados ainda mostram que 849 pessoas positivaram para a doença nas últimas 24 horas. Com isso, o Estado totaliza 501.541 casos confirmados desde o início da pandemia.

Dentre os casos confirmados nesta segunda-feira (28), 618 são de Campo Grande, 71 de Naviraí, 71 de Três Lagoas, 19 de Costa Rica, 15 de Dourados, 12 de Amambai, 12 de Nova Andradina, 11 de Chapadão do Sul, entre outros.

A média móvel de casos dos últimos sete dias é de 2.149,0. A taxa de contágio não foi divulgada pela SES.

A proliferação da variante Ômicron é responsável pelo aumento exponencial de casos de Covid-19 em Mato Grosso do Sul, de acordo com o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende.

Embora o mês de fevereiro de 2022 tenha registrado recordes, o infectologista Julio Croda acredita que a pandemia da Covid-19 esteja próxima do fim, conforme noticiado pelo Correio do Estado.

Croda diz que ainda neste ano, a pandemia pode entrar em uma fase endêmica, com menos impactos na saúde.

Essa passagem de pandemia para endemia, segundo ele, significa que o impacto da doença em internações e mortes será menor.

INTERNAÇÕES E MORTES

Mato Grosso do Sul contabiliza 9 óbitos nas últimas 24 horas. Com isso, totaliza 10.328 óbitos desde o início da pandemia. 

Os óbitos são de Campo Grande, Ponta Porã, Dourados, Ladário, Japorã, Corumbá e Amambai.

A taxa de letalidade está em 2,1% e média móvel de óbitos dos últimos sete dias é de 14,9.

Existem 271 pessoas hospitalizadas nesta segunda-feira (28). Dentre os internados, 141 estão em leitos clínicos (112 público; 29 privado) e 130 em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) (107 público; 23 privado).

A ocupação global de leitos de UTI do Sistema Único de Saúde (SUS) na macrorregião de Campo Grande está em 85%, Dourados 85%, Três Lagoas 46% e Corumbá 76%.