Colombiano é flagrado com R$ 23 mil embaixo da cama e confessa agiotagem: ‘Tinha até cartão de visita’

Por Graziela Rezende, G1 MS

Dinheiro do colombiano estava escondido embaixo da cama dele, diz polícia em MS — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Um colombiano de 31 anos foi preso em Três Lagoas, na região leste do estado, logo após confessar o crime de agiotagem. Ele estava com R$ 23.473,00 em uma caixa, escondida embaixo da cama na casa, de acordo com a polícia. O flagrante ocorreu na tarde dessa terça-feira (8), quando os policiais apuravam crimes de tráfico de drogas, no Condomínio Pavão,.

Os investigadores tinham acabado de apreender porções de maconha, com 3 suspeitos que estavam na frente de um dos apartamentos, quando o suspeito chegou em uma motocicleta. Ele foi identificado como uma pessoa de nacionalidade colombiana e estava com R$ 500, bem como diversões cartões de visita, que apresentava para praticar agiotagem, ainda conforme a polícia.

Ao entrar na casa do suspeito, que mora com a esposa e mais três filhos, os policiais apreenderam outros cartões, em que ele divulga empréstimos de dinheiro, a juros de 10% a 20%, no prazo de vinte dias, além de panfletos, caderno de anotações da movimentação de empréstimos, no qual aponta outras pessoas trabalhando ilegalmente para ele.

Colombiano tinha cartões de visita em que divulgava empréstimos em município de MS — Foto: Polícia Civil/DivulgaçãoColombiano tinha cartões de visita em que divulgava empréstimos em município de MS — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Colombiano tinha cartões de visita em que divulgava empréstimos em município de MS — Foto: Polícia Civil/Divulgação

A polícia ressalta que possui conhecimento, há cerca de 4 meses, de que "uma rede de colombianos" pratica tal crime com comerciantes, sendo alguns já detidos em outras ocasiões. O homem foi encaminhado para a delegacia e responderá por crime contra o sistema financeiro. A pena varia de 1 a 4 anos de prisão, além de multa.

"Temos informações de prisões de colombianos também no estado de São Paulo e aqui tivemos 3 casos de colombianos mortos em um veículo, que também atuavam com agiotagem. Tudo indicia que eles possuem um chefe, um cabeça e fazem empréstimos só para comerciantes. A questão da organização criminosa também será apurada", afirmou ao G1 o delegado.

Quem souber de alguma atividade ilícita neste sentido e quiser denunciar, pode ligar nos números (67) 3929-1173 ou 3521-4984.