Chuva das últimas 24 horas acaba com maioria dos focos de incêndios no Pantanal

Na região do Nabileque, no Forte Coimbra, teve uma área queimada de 374,47km quadrados

Diego Alves Publicado em 09/09/2021, às 20h33

Imagem de arquivo de chuva no Pantanal (Agraer-MS)

Chuva que caiu nas últimas 24 horas acabou com a maioria dos focos de incêndio na região do Pantanal em Corumbá, cidade a 427 quilômetros de Campo Grande. Segundo boletim dos militares, houve o monitoramento e os combates realizados na região do Nabileque (proximidades do Forte Coimbra), onde foi identificado uma continuação do foco do Forte Coimbra, com necessidade de continuação das atividades. Na região do Nabileque, no Forte Coimbra, teve uma área queimada de 374,47km quadrados, identificada por imagem de satélite.

De acordo com os bombeiros, a chuva que caiu durante a madrugada na região, extinguiu todos os focos de incêndio, porém um resistiu, passou pelo Forte Coimbra e agora está próximo da fronteira com a Bolívia.

Os combates feitos nesta quinta-feira (09), consistiram em atividades de combate realizadas na região do Paiaguás, onde foram realizados combates em solo, cessando os registros de focos de calor.

Também houve monitoramento da região no Paraguai Mirim, onde foi verificado o fim dos registros de focos de calor .Já na região da Nhecolândia divisa com Paiaguás, cessaram os registros de focos de calor. Em atuação na região do Paiaguás, foi registrado no final da tarde o cessar dos registros de focos de calor na região.

Continuam os combates a incêndio na região do Nabileque, houve o término das ações de combate na região do Paiaguás devido ao fim dos focos de incêndio no local, e durante o monitoramento das regiões do Paraguai Mirim e de Paiaguás foi verificado que já não havia registros de focos de incêndio no local. O monitoramento de todas as sub-regiões do pantanal continua via satélite