Casal é preso e multado em R$ 50 mil por retirar ilegalmente papagaios de ninhos

Casal que transportava cinco filhotes de papagaio

Diego Alves Publicado em 16/11/2021, às 22h49

Divulgação PMA

A PMA (Polícia Militar Ambiental) de Batayporã e Policia Militar Rodoviária prenderam e autuaram casal paulista em R$ 50 mil transportando filhotes de papagaios retirados ilegalmente dos ninhos. Policiais ambientais que trabalham na “operação Bocaiúva”, contra o tráfico de animais silvestres, especialmente neste período reprodutivo dos psitacídeos (papagaio, arara, periquitos, maritacas, etc.), foram acionados por Policiais Militares Rodoviários e prenderam ontem (15) à tarde, um casal que transportava cinco filhotes de papagaio da espécie Amazona aestiva, conhecido popularmente como papagaio-verdadeiro ou papagaio-comum.

De acordo com a polícia, os animais foram encontrados no porta-malas do veículo dos infratores, um VW Fox com placas de São Paulo, dentro de um uma caixa de papelão, sem atender às condições mínimas de bem estar animal. Os filhotes e o veículo foram apreendidos. O casal, residente em Birigui (SP), afirmou que havia comprado os papagaios na cidade de Fátima do Sul e os levaria para sua cidade, para presentear parentes, porém, a PMA suspeita que eles levavam as aves para comercializá-las.

Os infratores, de 19 e 33 anos, receberam voz de prisão e foram conduzidos à delegacia de Polícia Civil da cidade e responderão por crime ambiental, com pena prevista de seis meses a um ano de detenção. Eles também foram autuados administrativamente pelas infrações e foram multados em R$ 25 mil cada um. As aves que parecem ter sido retiradas de ninhos diferentes, pois eram de tamanhos diferentes, não apresentavam ferimentos aparentes. Elas foram alimentadas e serão encaminhadas ao Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS), que é o responsável pela reintrodução dos bichos na natureza.