Cânions do Rio São Francisco são atrativos turístico no sertão alagoano

Riacho das Águas Mortas e do Talhado são maravilhas do Alto Sertão.
Turistas podem escolher entre passeios por terra ou pela água.

Waldson CostaDo G1 AL – O jornalista viajou a convite da Secretaria de Estado do Turismo

Catamarã navega pelas águas do Cânion do São Francisco  (Foto: Waldson Costa/G1)Catamarã navega pelas águas do Cânion do São Francisco (Foto: Waldson Costa/G1)

Explorar o Monumento Natural (Mona) do São Francisco por rotas alagoanas é uma das opções de passeios mais atraentes do Alto Sertão. O roteiro com cinco horas de duração começa com o embarque no catamarã “Menestrel das Alagoas”, no cais do município de Olho D’Água do Casado, prossegue pelos riachos das Águas Mortas e Talhado, explorando os paredões rochosos dos cânions do São Francisco, até chegar ao receptivo ecológico, que fica no município de Delmiro Gouveia, ponto de parada para descansar, repor as energias com um banho de rio, e partir para novas aventuras.

A reportagem do G1 apresenta um roteiro turístico que começa em Piranhas, cidade histórica de Alagoas tombada pelo Patrimônio Histórico Nacional. Segue pelaRota do Cangaço, percorrendo a trilha que a volante militar fez em busca do bando de Lampião e Maria Bonita, até a Grota do Angico, onde parte do grupo foi morto, para depois desvendar parte das belezas dos Cânions do São Francisco e um pouco da arte e dos sabores do Sertão.

No trajeto até o ponto de parada, os paredões de arenitos impressionam pela imensidão, pela vasta vegetação preservada e pelas imagens que se formam nas rochas. Entre os principais estão a pedra do gavião e os morros gêmeos, conhecidos como “peitos da cabocla”, além da gruta de São Francisco, que foi esculpida e ganhou até escadaria para receber a imagem do santo que dá nome ao rio da Integração Nacional.

casal (Foto: Waldson Costa/G1)Nilce Ferreira e Elvis Gomes ficaram surpresos com
os roteiros do sertão (Foto: Waldson Costa/G1)

No restaurante ecológico Castanho, uma carranca, espécie de amuleto típico do São Francisco, dá as boas vindas aos visitantes. No local há uma prainha propícia para quem deseja se banhar no rio e redes para descansar, além do restaurante que oferece pratos da culinária local.

Aos aventureiros há opcionais, com trajeto por terra e pela água, que vale a pena desbravar. O primeiro é uma trilha por dentro da caatinga de aproximadamente 2 km até um mirante formado pelas rochas. No trajeto, além de curiosidades sobre a biodiversidade do bioma, há registro da passagem do homem pré-histórico deixado nas pedras. No mirante, a vista principal é de parte do cânion do São Francisco.

Por água, a aventura exige mais alguns minutos de navegação, desta vez de lancha, até um local conhecido como Vale dos Mestres, que é uma praia formada entre dois paredões onde é possível mergulhar. Pouco explorado e bem reservado, o local permanece preservado e conquista os visitante pelo cenário e pela imensidão dos cânions.

De passagem pela primeira vez no sertão alagoano, o casal paulista Elvis Cabral Gomes e Nilce Ferreira foram surpreendidos pelos atrativos naturais e pelo potencial turístico da região. “Já viajamos muito pelo Nordeste. Mas essa é a primeira vez que deixamos o litoral. Ficamos surpresos com tudo que estamos vivendo, pois não imaginávamos que o Sertão pudesse ser tão encantador e tão atrativo para fazer turismo”, expôs o analista financeiro Elvis Gomes.

Turistas mergulham em trecho dos cânions do São Francisco conhecido como 'Vale dos Mestres' (Foto: Waldson Costa/G1)Turistas mergulham em trecho dos cânions do São Francisco conhecido como ‘Vale dos Mestres’ (Foto: Waldson Costa/G1)

“Não há como definir um lugar como este. De tão surpreendente nem as fotos dizem o que realmente é este cenário. A viagem vale pelos cânions, mas também pelo conjunto da história e pela receptividade do povo sertanejo”, acrescentou Nilce.

O passeio pelos cânios do São Francisco pode ser agendado pelo site da empresa que opera o serviço no Sertão alagoano.

Cenário encantado
Devido à beleza singular, os cânions do São Francisco foram cenário de locação da novela da Rede Globo, ‘Cordel Encantado’, exibida em 2011. Onde a história de amor entre Jesuíno, interpretado pelo ator Cauã Reymond, e Açucena, vivida por Bianca Bin, ganhou vida em meio à paisagem típica do Sertão.

Turista fotografa os paredões que formam o cânion do São Francisco (Foto: Waldson Costa/G1)Turista fotografa os paredões que formam o cânion do São Francisco (Foto: Waldson Costa/G1)
Turistas passeiam de lancha pelos cânions do São Francisco (Foto: Waldson Costa/G1)Turistas passeiam de lancha pelos cânions do São Francisco (Foto: Waldson Costa/G1)
Mirante natural é o ponto final da trilha no receptivo Castanho, em Delmiro Gouveia  (Foto: Waldson Costa/G1)Mirante natural é o ponto final da trilha no receptivo Castanho, em Delmiro Gouveia (Foto: Waldson Costa/G1)