Campo-grandense é preso com arsenal de guerra e veículo blindado na fronteira

Foram encontrados fuzis, munições, granadas e coletes

Armamento estava localizado em chácara. Foto: Divulgação
Campo-grandense de 25 anos foi preso pelo DOF (Departamento de Operações de Fronteira) neste domingo (09), com arsenal de guerra em uma chácara localizada na zona rural do município de Ponta Porã, a 346 quilômetros da Capital, na linha internacional com o Paraguai. Além dele, também foram presos um homem de 38 anos, identificado com o suposto proprietário do material, e um homem de 29 anos morador no Rio de Janeiro. Com eles foram encontrados fuzis, munições, granadas, coletes e até mesmo um veículo blindado. A suspeita é de que o armamento fosse fortalecer facções criminosas que atuam no Brasil. Em setembro, a Operação Omertà, deflagrada pela Polícia Civil e pelo Ministério Público Estadual, desmontou milícia formada pelo empresário Jamil Name, em Campo Grande, ligada a várias execuções em Mato Grosso do Sul. O grupo dispunha de arsenal de guerra adquirido na fronteira e, inclusive, compartilhado com o PCC (Primeiro Comando da Capital).