Biblioteca Municipal de Bela Vista ganha nome Jornalista Ivaldo Pereira

IVALDO-PEREIRA A Biblioteca Municipal localizada na Praça Dr. Rubens Abbot de Castro Pinto agora leva o nome do Jornalista e escritor Ivaldo Pereira. A iniciativa de homenagear o jornalista paulista que adotou Bela Vista para viver, partiu do vereador Marquinhos Lino (MDB) que apresentou Projeto de Lei nº 1.602/2018, aprovada por unanimidade pelos vereadores. O vereador autor do projeto Marquinhos Lino destacou a importância de homenagear figuras como Ivaldo Pereira. “É uma homenagem bonita e verdadeira a um jornalista que dedicou a sua vida ao povo e à história de Bela Vista”. E que mostra, ainda, a preocupação da Câmara em dar nomes a locais tão importantes como esta biblioteca que oferece educação e informação a todo o povo do município. Com esse gesto do vereador o legislativo faz uma homenagem mais do que justa ao jornalista e diretor do Jornal Tribuna da Fronteira. Vale enaltecer o papel educativo da biblioteca e as qualidades do homenageado. “Ivaldo Pereira foi um militante do jornalismo, um repórter completo. Escolheu Bela Vista para morar. Que ele possa servir de exemplo. Que as pessoas possam vir aqui conhecer a história de Ivaldo e terem-no como referência do jornalismo na região sudoeste”. Filho de Ivaldo Pereira, o publicitário Vitor Hugo Velásquez se mostrou satisfeito com o tributo prestado ao seu pai. “A família está muito honrada”. Meu pai era um homem dos livros, do jornalismo, contador de historia através das letras, ele escreveu e editou alguns livros. Para mim, ele vai estar muito feliz com essa biblioteca que leva seu nome. Marquinhos Lino disse que a homenagem, pensada por ele, foi uma forma de eternizar o nome de Ivaldo Pereira, que tanto contribuiu pelo desenvolvimento social e cultural do município e do Estado, e associá-lo a algumas coisas das quais mais gostava: literatura e conhecimento e de suma importância. Filha de Ivaldo, a advogada Gabriela Velásquez disse que toda a família recebeu com alegria e gratidão à notícia sobre a homenagem. “Queremos agradecer muito o carinho não só do povo bela-vistense, mas do vereador pela bela homenagem. Meu pai viveu pela intelectualidade, era muito importante para ele esses espaços mentais, criativos, sociais e produtivos. Ele gostava muito disso e prezava pela questão da pluralidade”, disse Gabriela. Assessor de Imprensa