Aquidauana completa 129 anos neste domingo

Município é considerado o Portal do Pantanal

Renata Fontoura Publicado em 15/08/2021, às 11h45

Um dos pontos turísticos é a Igreja Nossa Senhora Imaculada Conceição - Reprodução

Considerada o Portal do Pantanal por conta de seus cenários únicos, Aquidauana completa 129 anos neste domingo (15). Para comemorar a data, uma missa solene será realizada nesta noite, às 19h30, na Igreja Nossa Senhora Imaculada Conceição. 

Conforme a história conta, o município foi undada em 1892 por cinco pecuaristas. O nome surgiu por conta do Rio Aquidauana. A palavra "aquidauana" tem origem indígena, etnia Guaicuru. Contudo, atualmente, os índios que habitam a região são Terenas.

Eles formam uma população de mais de 12 mil índios, distribuídos em nove aldeias. Além disso, ao lado da Estação Ferroviária está localizada a Feirinha Indígena, onde é comercializada a produção agrícola das aldeias.

Segundo o censo de 2020 do IBGE (Institudo Brasileiro de Geografia e Estatística), o município já possui 48.029 habitantes. 

A cidade centenária também possui uma arquitetura colonial que pode ser vista no Centro Histórico, às margens do rio e entorno da Igreja Matriz. 

Francisco Luciano Seccomani, construtor italiano que chegou na região nos anos iniciais do século XX, era o encarregado das obras de alvenaria do centro. Desses prédios, alguns estão em processo de tombamento.

Outro aspecto forte de Aquidauana são os eventos que ocorrem durante o ano: competições de laçadas nos Clubes de Laço, os bailes sertanejos; a Festa da Sopa Paraguaia, organizada pela colônia paraguaia.

Assim como a festa Nippon Aqui, da colônia japonesa, a Festa do Peixe, atividade tradicional que fez a fama do rio Aquidauana; e o Festival Pantaneiro.